Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Cartas

Em meio a sofrimentos, ficamos à espera de milagres e quase não percebemos outro milagre acontecendo: a fé que não se negocia por nada nem com ninguém, que nos capacita a sobreviver nas mais terríveis angústias.
Silas Andrade
Rio de Janeiro, RJ




Carta a um universitário cristão

Parabéns ao historiador Alderi Souza de Matos pela Carta a um universitário cristão (set./out., p. 46). Veio como um bálsamo para minha alma. Parece que foi escrita só para mim. Faço administração de empresas na PUC-MG. Sugiro que vocês publiquem mais artigos direcionados a nós.
Sandra Aguiar
Belo Horizonte, MG




Muito me alegrou a carta de Alderi Matos aos universitários. Fui criado em lar evangélico e curso o segundo período de história na UERJ. Muitos questionamentos já surgiram e o meu maior desafio tem sido conhecer e compreender os dois lados (ciência e fé), e permanecer firme na fé em Jesus Cristo.
Tiago Mazzini Mendes
Rio de Janeiro, RJ




“Eis que estou à porta e bato”

Estou cantando este ano a Paixão de João, de J. S. Bach, na Poliphonic Chorale de Bethune, aqui na França. Fico triste ao ver meus colegas cantarem a obra de Bach, acompanhados de uma orquestra de câmara e de um majestoso órgão, porque sei que a maioria deles não acredita no Senhor, nosso Mestre. Outro dia cantamos num convento, muitos séculos mais velho que a própria composição de Bach. A Igreja Protestante Batista de Bethune, no norte da França, é a única da cidade. Embora esteja plantada aqui há mais de um século, só temos 35 membros.
Pastor Damaceno Júnior
Bethune, França




Recebi de um amigo brasileiro que faz doutorado em Leeds, na Inglaterra, uma matéria publicada em jornal sobre a transformação do templo da St. Marks Church, com mais de 200 anos, em uma boate. A matéria chama a atenção sobre a indignação que sentiríamos só de nos imaginar rodeados de bêbados vomitando pelo chão ou urinando no altar, onde antes era local de adoração. Lê-se também que foram gastos 5 milhões de libras para transformar o templo em casa noturna. A total apatia da comunidade cristã local em relação ao assunto demonstra o declínio do cristianismo naquele país. No Brasil, vivemos a realidade inversa. Cinemas, teatros e galpões são transformados em igrejas, mas, em muitos casos, em igrejas deformadas. Franquias da fé cristã se multiplicam pautadas na estratégia de marketing da rede. O crescimento numérico é o mote principal, pois no final do ano deve acontecer o “batismo dos dois mil”, para deixar claro qual é a maior igreja e a maior liderança evangélica da cidade. Sinceramente, entre o pessoal que transformou o templo em boate e o pessoal que transformou a igreja em marketing, não quero nem o troco.
Daniel Demori
Goiânia, GO




Estamos cansadas!

Estou mesmo é exausta! Da altura do som dos instrumentos musicais e dos gritos dirigidos a Deus nas orações e nos louvores, como se Ele sofresse de deficiência auditiva. Dos ritmos que produzem o efeito: “Minha alma se alegra e meu corpo se requebra”. Prefiro o outro efeito: “Minha alma se alegra e meu espírito se eleva até o trono de Deus”.
Antonia Silva Vieira
São Paulo, SP




Estou cansada de ler na revista tantas cartas lamuriosas de irmãos e pastores. Não fazem outra coisa senão lavar roupa suja em público. Devemos ser cautelosos e lembrarmos que Ultimato é universal e alcança diversos credos.
Pastora Graça Santos
Saquarema, RJ




Eu também estou muito cansada. A falta de compromisso, seriedade e autenticidade dos evangélicos me entristece. O amor, fruto do Espírito, está sendo esquecido. Fala-se muito da obra do Senhor e pouco do Senhor da obra. Cada vez mais nos distanciamos do “original”. Decidi-me por estar ao lado de Jesus aos 8 anos de idade, na Igreja Batista de Icaraí, na época pastoreada por Djalma Cunha. Atualmente, com 72 anos, pela misericórdia divina, continuo no caminho. Estou cansada, mas ajoelhada todas as manhãs, fortalecendo-me na Palavra, pois eu sei em quem tenho crido.
Zaíra Paes Barreto
Niterói, RJ




Auto-estima

Parabéns ao Rubem Amorese pelo seu texto Auto-estima (“Ponto final”, set./out.). Se ele se encontrar com o Presidente andando pelos granitos mastodônticos, diga-lhe que “quem sabe, faz a hora, não espera acontecer”. Não adianta o governo gastar rios de dinheiro com propaganda para encher a bola dos brasileiros. Que esse dinheiro seja gasto com projetos eficientes. Chega de batologia.
Alexandre Teodoro dos Santos
Caixa Postal 51 – Cela 210 – P. 2 19600-000 Andradina, SP




Hiper-hidrose

Gostaria muito de dizer a qualquer pessoa que porventura tenha hiper-hidrose (suor excessivo nas mãos e nos pés) que há cura para essa disfunção crônica. Não chega a ser uma doença grave, mas ela pode transformar um simples aperto de mão e um beijo no rosto em constrangimento, comprometendo o convívio e o relacionamento com outras pessoas. Era isso que acontecia comigo. Eu tinha esse problema desde a infância. Depois de muito tempo sem lograr êxito, descobri, com a ajuda de Deus, que uma simples cirurgia é capaz de reverter o quadro. Eu pedi a cura e o Senhor entrou com a providência.
Rosane Reis Silva Sales
Rio de Janeiro, RJ




“Sola Scriptura”

Ao comentar o artigo do historiador Alderi Matos Sola Scriptura, o senhor J. Raulino Jungklaus (“Cartas”, jul./ago.) foi muito infeliz. Rogo a Deus para que abra a mente do senhor Raulino e lhe tire o ranço anticatólico e anticristão do coração.
Vito Milese
Imperatriz, MA




Cálices diferentes

Sou seminarista da Diocese de Mariana e me alegro com a seriedade da matéria publicada em Ultimato. Mesmo não comungando do mesmo cálice, fico feliz por ter às vezes a salutar oportunidade de ler a revista. Que bom seria se todo o segmento protestante fosse como vocês, sérios e fiéis com a verdade dos fatos.
Bráulio S. Mendes
Seminário de Filosofia São José Mariana, MG




Manfred Grellert

Sou novo na fé, pois converti-me há um ano e meio. Apesar de saber ainda muito pouco sobre o conteúdo do evangelho, sei que Deus é a minha esperança... não de ficar rico, mas de ser restaurado emocionalmente e de hábitos e práticas pecaminosas — restaurado também enquanto indivíduo de uma sociedade. Gostei muito de “Avivamento tupiniquim”, de Manfred Grellert. Quero mais informações sobre o tipo de agenda que o autor propõe, como organizar cristãos em oração e união para reconstruir, a partir de perspectivas cristãs, o Brasil avivado.
Marcos Passarella
Burtigny, Suíça




Robinson Cavalcanti

O artigo Vale a pena qualquer maneira de amar? (“Reflexão”, set./out.) tem alguns pontos realísticos ligados a denúncias que venho fazendo, há muito tempo, sobre a situação atual do governo brasileiro. Obrigado.
Júlio Severo
Autor de O Movimento Homossexual

Belo Horizonte, MG




Milagres substituem milagres

Sou pastor de Rosana e Sérgio Otto. Quando assumi o pastorado da Igreja Batista Independente de Ponta Grossa, em 2002, Sérgio já havia sofrido o acidente que o mantém até hoje na cama. Desde então, acompanho o drama desses queridos irmãos. Eu também pergunto: “Até quando, Senhor?” Não entendo certos desígnios de Deus. Mas procuro ouvir o mesmo que Jesus disse a Pedro: “Você não compreende agora o que estou lhe fazendo; mais tarde, porém, entenderá” (Jo 13.7). Sei que Deus é soberano e nada lhe escapa ao controle. Sei que a teologia reformada ensina tudo isso, mas ela não tem me trazido, nem à Rosana, nem ao Sérgio, nem à Thaís (a filha que sobreviveu ao acidente), creio, a paz de que todos nós da igreja tanto carecemos. Sei que Deus está por trás de todo o processo, mas não tem sido fácil levantar manhã após manhã e ver que nada mudou.
Jefferson de Andrade
Ponta Grossa, PR




Índio decapitado

Tivemos outro caso de índio decapitado. Ele tinha 53 anos. Estava assentado sozinho em uma cadeira, no final do dia, do lado de fora de sua casa, quando foi morto. Sua cabeça e seu corpo foram jogados num poço de 11 metros de profundidade. Alguns índios acham que um espírito mau está fazendo isso. Precisamos das orações de todos para sermos de verdade a luz do mundo para os que estão nas trevas.
Rev. Beijamin Bernardes
Missão Evangélica Caiuá
Dourados, MS




Coincidência

Não me canso de parabenizá-los pela revista. Acho que vocês cativam a gente... vamos sendo influenciados... e acabamos aprendendo a pensar como vocês. Então a revista vai ficando cada vez mais interessante. Mas, no fundo, acho que as idéias é que vão se encontrando, pois, afinal, somos um só espírito. O que mais tem me agradado ultimamente é a total falta de bairrismo (teológico, cultural etc.) da parte de Ultimato. Aí vai uma frase do Fernando Sabino: “Para mim, a fé prevalece sobre a razão, mas não a contraria. O homem só é um ser racional porque tem fé, mesmo quando pensa que não tem: neste caso, o que ele não tem é razão.”
Roger Brandão
Munique, Alemanha


O cronista e romancista Fernando Sabino morreu no dia 11 de outubro, um dia antes de completar 82 anos, de câncer no fígado.



Israel

Minha intenção não é causar divisões maiores do que as que já existem. Nós do Corpo do Messias em Israel trabalhamos juntos, sem distinção de judeus e gentios, já que somos um em Cristo. Há muito endeusamento de Israel e do povo judeu, porém Israel é, infelizmente, um país tão pecaminoso como qualquer outro. O índice de abortos, por exemplo, é um dos maiores do mundo. Quanto à entrevista com o judeu messiânico Joseph Shulam, publicada na edição de maio/junho, quero dizer que ele é muito polêmico, denominacional e um tanto quanto sozinho em sua opinião, pois ela não é a opinião de outros judeus messiânicos em Israel. Em nossa igreja em Tel Aviv também distribuímos roupas e comida, pois muitos imigrantes não têm como sustentar suas famílias, devido à situação econômica do país. É também uma forma de compartilhar o amor de Jesus, visto que Ele também distribuiu comida para o povo. Vale a pena reforçar o fato de que grande parte dos líderes messiânicos em Israel tornaram-se crentes em Jesus pelo testemunho de cristãos gentios.

Precisamos das orações da igreja brasileira, pois não há tempo a perder com discussões tolas e desnecessárias. Jesus está voltando.

A partir do momento em que nos unirmos de verdade e pregarmos o evangelho a todos, incluindo israelenses e palestinos, veremos a paz em Jerusalém. Um palestino crente, creio, será um amante de Israel. Crentes por todo o mundo devem abrir os olhos e aceitar a palavra de Deus concernente a Israel. Está na hora de acabarmos com a tal “Teologia da Substituição”, em que a igreja se tornou o Israel de Deus, e com a “Teologia da Dupla Aliança”, segundo a qual se entende que o povo judeu pode ser salvo também sem Jesus.
Abraham
Tel Aviv, Israel




Joseph Shulam

De que Jesus fala Joseph Shulam ao afirmar que o Filho de Deus não sabe o dia de sua volta? Do Jesus homem ou do Jesus Deus? Ou será que ele também pensa que o Espírito Santo não conhece o dia do retorno de Jesus? Alguém precisa dizer a ele que Deus é onisciente.
Celso Milan de Souza
Rio de Janeiro, RJ


QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.