Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Livros

LIVROS e a missão integral

Durante o CBE2, falou-se mais de uma vez sobre a importância de as editoras brasileiras publicarem livros pertinentes à tarefa da igreja no Brasil.

Somente nos últimos dois meses, a Editora Ultimato lançou três livros essencialmente relacionados à missão integral.

O primeiro deles foi O Reino Entre Nós – transformação de comunidades pelo evangelho integral. Fruto do engajamento e prática de vida dos autores entre os empobrecidos, o livro mostra que qualquer igreja local, rica ou pobre, em qualquer comunidade, seja numa favela ou no sertão, pode empregar ações proféticas, gestos que vão mostrar ao povo que ele pode mudar, que a transformação é possível, que o fatalismo é uma mentira, que Deus se importa com a vida humana como um todo e que o seu reino está chegando.

O segundo foi Saúde, Violência e Graça – a missão integral e os desafios para a Igreja, produzido em parceria com a Diaconia – Programa de Apoio à Ação Diaconal das Igrejas (PAADI). Reúne dez textos de diferentes autores, todos atuantes no Nordeste. São reflexões sobre justiça, violência, paz, dor, aids, saúde, esperança, cidadania e missão integral. Um dos autores nos lembra que “a presença da Igreja de Cristo se faz necessária onde há desesperançados, porque ela é a comunidade da esperança; [...] onde há violência, porque aí há um clamor por paz e a Igreja de Cristo é formada por pacificadores — ‘fazedores’ de paz!”

O último é um clássico na área: Lepra na Bíblia – estigma e realidade, escrito por Stanley George Browne (1907–1986), médico missionário por muitos anos no Congo Belga e um dos maiores especialistas no tratamento da hanseníase. Avalia diversas fontes que contêm relatos sobre a lepra tanto na Antigüidade como nos tempos de Cristo e na Idade Média. O rigor com o qual o autor trata os documentos visa denunciar a confusão existente entre dois conceitos médicos distintos — a hanseníase e a lepra. Como os primeiros seguidores de Cristo “tocavam” os doentes, os cristãos de hoje precisam continuar “tocando” os afligidos pela hanseníase, levando-lhes simpatia e cura, conduzindo-os para mais perto da saúde e de Deus.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.