Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Em Jesus você pode confiar

Em Jesus você pode confiar

Jesus não é mesquinho. Em ambas as multiplicações de pães e peixes, os Evangelhos registram que as multidões de 5 mil homens, na primeira, e de 4 mil na segunda, comeram e se fartaram, e ainda sobraram doze cestos cheios de pedaços de pão e de peixe, na primeira, e sete, na segunda (Mc 6.12-44 e 8.8-9).

No milagre da transformação da água em vinho, nas bodas de Caná da Galiléia, o vinho que surgiu da intervenção de Jesus era superior ao primeiro, providenciado pelos noivos (Jo 2.9-10).

O próprio Jesus explicou que veio para que tenhamos vida e vida em abundância (Jo 10.10).

Nosso Deus, explica o apóstolo Paulo, “é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós” (Ef 3.20).

Leve os seus miseráveis cinco pães de cevada e dois peixinhos (Jo 6.9) para Jesus multiplicar e alimentar quase 5 mil pessoas morrendo de fome. Ele não é sovina.

Em Jesus você pode confiar!

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.