Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Arte e Cultura

Literatura e cultura

Veja mais imagens em:Galeria de fotos e entrevista com EliseuEnredo e desenredo em “Dois Irmãos”, de Milton HatoumGladir CabralAutran Dourado, em sua obra “O Risco do Bordado”, propõe a escrita do romance como metáfora da bordadura. Refletindo sobre o mistério da memória e os caminhos e descaminhos da vida, já quase ao final da história, o narrador pondera: “Mas de um homem sempre alguma coisa fica, quando nada nas lembranças, esperando a ressurreição. Feito dizem: Deus é que sabe por inteiro o risco do bordado” (1981, p. 155). Utilizando essa mesma metáfora [...]
- Edição Atual exclusiva para assinantes.
- Receba a revista Ultimato em sua casa e leia primeiro também a edição online. Assine aqui.

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.

CARO LEITOR,

Para ler ou comentar é preciso ser assinante da Revista Ultimato.

Se você é assinante da revista Ultimato e possui cadastro no site, faça o LOGIN. Se você é assinante, mas ainda não é cadastrado no site, cadastre-se no Cadastro Completo.