Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Novos Acordes

Novos Acordes

Carlinhos Veiga

POETA É DEUS -- Silvestre Kuhlmann

Poeta é Deus é o décimo segundo CD autoral de Silvestre Kuhlmann. Esse talentoso paulista é formado em violão erudito pela Faculdade de Música Carlos Gomes. Além de compositor, cantor e produtor, é também escritor. Neste recente trabalho mantém as marcas dos trabalhos anteriores: arranjos limpos, bem construídos e sonoridade acústica. Como compositor, expõe sua versatilidade: das doze canções, compôs a letra de quatro delas, de outras quatro fez as músicas e das quatro restantes fez o serviço completo. Dividiu as parcerias com Gladir Cabral, Saimon Saldanha, Isaías de Oliveira, João Batista Santos e Jônatas Reis. As canções são, em sua maioria, inspiradas em narrativas e textos bíblicos, algumas quase literais, como “Muitas moradas”, baseada em João 14.1-3, e “Pai Nosso”, baseada em Mateus 9.9-13. Destaque para a “Canção do pão”, parceria com Gladir Cabral, cujo tema é a comunhão, e para “Como será o dia de amanhã”, com uma temática muito apropriada para os nossos dias. O álbum foi gravado e mixado no estúdio Intermix, em Guarulhos, por Rai Brasil e Silvestre Kuhlmann. Masterização por Bolieiro (NG2). A arte da capa é de Matheus Cunha. Contatos pelo
http://www.silvestre.mus.br/.

COMPROMISSO -- Cláudio Ferre

Cláudio Ferre é pernambucano. Compõe desde a adolescência. Seu trabalho foi revelado nacionalmente ao gravar a canção “Autoridade e poder”, ao lado de Marcos Góes, ainda nos anos 1990. Nessa mesma década o então professor do Conservatório de Música Pernambucana Leon Neto o convidou a integrar o grupo Canto d’Alma, ao lado de Misael Barros, Cacau Santos, entre outros. Com o grupo se apresentou em diversas cidades do país. O primeiro trabalho autoral de Cláudio, Solo, foi lançado em 1998. Mesmo sem gravar nos anos seguintes, não deixou de compor e de levar seu trabalho adiante. Após longa espera, lançou em 2016 o álbum Compromisso, com a produção musical e arranjos do guitarrista Cacau Santos. Nas letras, temas existenciais que tratam sobre o sentido da vida e a busca da vontade de Deus. O estilo que predomina é o pop, intercalando levadas de rock com baladas-oração e algumas levadas dance e eletrônica. “Fragmentos” nos remete aos mineiros Skank, 14 Bis e Os Venturinis. “Georgia” fecha muito bem o álbum, presenteando-nos com uma linda toada embalada pelo acordeão de Beto Hortis. Contatos pelo
claudiojferre@gmail.com.

RECOMEÇO -- Di Stéfano


Aquiles Reis, do MPB4, qualificou a bateria de Di Stéfano como “harmonizadora”. Concordo. Ao usar as baquetas, Di produz vibrações que se entranham no todo sonoro do arranjo, expressando-se em dinâmicas e detalhes percussivos para além dos comumente explorados. Recomeço reúne onze canções de sua autoria, três delas com parceiros. Partilha as faixas deste álbum com André Mehmari, André Vasconcelos, David Feldman, Marcelo Martins, Jessé Sadoc, Josué Lopez, Sidiel Vieira, entre outros excelentes instrumentistas. Este não é um álbum para quem busca exibicionismo virtuose. Pelo contrário, oferece estradas para se viajar em inspiradoras melodias e sensibilidades afetivas. “Nicolas” abre o disco. É canção para o filho, com sentimentos desenhados pelo sax do moçambicano Ivan Mazuze e a guitarra de Daniel Santiago. “Um abraço no Peranzzetta” é especial pela merecida homenagem ao grande pianista. Em “Samba pra Renata”, Di saúda sua esposa com um belo solo de bateria. O 7/8 de “Sete de Março” é envolvente, nas linhas de baixo acústico de Jorge Helder. O projeto gráfico de Cleiton Martorano valoriza ainda mais esse belo trabalho. Outras informações pelo
disteffanowbazilio@gmail.com.

Carlinhos Veiga é pastor, músico e jornalista. Ouça trechos dos álbuns apresentados nesta seção visitando o seu blog:
novosacordes.com.br.

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.