Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Notícias

Notícias

Ganhadora do Nobel da Paz é inspirada pela fé 
Uma das laureadas com o Prêmio Nobel da Paz em outubro foi Leymah Gbowee, ativista liberiana que ajudou o seu país a sair de uma brutal guerra civil. Em um evento organizado pelo Conselho Nacional de Igrejas dos Estados Unidos, Gbowee citou o pastor batista Martin Luther King e o arcebispo anglicano Desmond Tutu como exemplos de militantes da causa da paz e da justiça. Ela acrescentou que não acredita que seja possível a prática da não-violência sem relação com um poder superior: “A minha fé ajudou-me efetivamente”, afirmou a homenageada, que integra a Igreja Luterana da Libéria.
 
Além de Gbowee, o Nobel da Paz deste ano foi atribuído à atual presidente da Libéria, Ellen Johnson Sirleaf, e à militante iemenita Tawakul Karman, que tem liderado a oposição ao ditador Ali Abdullah Saleh.
 
Leymah, que organizou um grupo de mulheres cristãs e muçulmanas para desafiar os senhores da guerra na Libéria, foi distinguida pelo Comitê Nobel por ter conseguido ultrapassar fronteiras étnicas e religiosas, mobilizando as mulheres para a paz e a participação nas eleições. Trabalhou com pessoas que viviam em situações traumáticas, incluindo antigas crianças-soldado. A guerra civil liberiana terminou em 2003, após o que Johnson Sirleaf foi eleita.
 
A experiência de Gbowee é relatada no livro “Mighty Be Our Powers -- How Sisterhood, Prayer, and Sex Changed a Nation At War” (Fortes são os nossos poderes: como a fraternidade [de irmãs], a oração e o sexo mudaram uma nação em guerra”). Ela será apresentada em um documentário que estreou em outubro na estação pública de televisão dos Estados Unidos.
 
Brasileiro é eleito líder mundial dos metodistas
O bispo Paulo Tarso de Oliveira Lockmann foi eleito, no início de agosto, presidente do Concílio Mundial da Igreja Metodista, órgão máximo da denominação no mundo. É a primeira vez que alguém da América Latina assume o cargo. Lockmann era vice-presidente na gestão anterior. O Concílio Mundial acontece a cada cinco anos e representa mais de 75 milhões de membros da Igreja Metodista em 136 países.
 
Lockmann acredita que a Igreja Metodista no Brasil terá mais visibilidade a partir de agora. “Portas já estão se abrindo para as nossas lideranças. Estou convencido que nossa igreja tem muito a contribuir com o metodismo em nível mundial”, afirma o novo presidente.
Para o pastor José Magalhães Furtado, um dos integrantes do grupo de brasileiros no evento, o resultado da eleição mostra “o desejo de mudança por efetiva alternância de poder e revitalização do Concílio”.
 
Mesmo com a eleição, o bispo brasileiro permanece trabalhando no Rio de Janeiro, como presidente da 1ª Região Eclesiástica da Igreja Metodista no Brasil, durante os próximos cinco anos. Além dele, foram eleitos, como vice-presidente, Sarah Francis Davis, bispa da Jamaica, e, como tesoureiro, Kirby Hickey, leigo dos Estados Unidos. O bispo Ivan Abrahams, da África do Sul, foi eleito secretário executivo do Concílio.
 
Fraternidade Teológica prepara Congresso Latinoamericano de Evangelização
A Fraternidade Teológica Latinoamericana (FTL) realizará dos dias 9 a 13 de julho de 2012, em San José, Costa Rica, o 5º Congresso Latinoamericano de Evangelização -- CLADE 5, sob o lema “Sigamos a Jesus em seu reino de vida. Guia-nos, Santo Espírito”. Os CLADE’s anteriores ocorreram em 1969, 1979, 1992 e 2000. Este último, em Quito, no Equador. 
 
O objetivo do congresso é “promover a reflexão em torno do evangelho e o seu significado, assim como contribuir para a vida e a missão no mundo latino”. Segundo a coordenação do CLADE 5, “há pelo menos três assuntos a respeito dos quais os CLADE’s têm se preocupado até hoje desde 1969, quando em Bogotá, na Colômbia, se realizou a primeira edição do evento: a unidade da igreja, a missão integral e o sacerdócio universal de todos os crentes”.
Para acompanhar os preparativos para o evento, acesse o site www.clade5.org.
 
Evangélicos refletem sobre participação política e justiça social
Cerca de 270 pessoas de mais de vinte estados brasileiros participaram do 6º Encontro Nacional da RENAS (Rede Evangélica Nacional de Ação Social) de 15 a 17 de setembro, em Luziânia, GO. O tema foi “Missão integral: participação política e justiça social”.
 
Além de oficinas práticas sobre temas específicos, como o cuidado emocional do agente social cristão e a participação de igrejas na luta pelo meio ambiente, o evento realizou plenárias com debates interessantes. No primeiro dia, a secretária nacional de assistência social do Governo Federal, Denise Colin, sentou-se ao lado de Jane Vilas Bôas, antropóloga e assessora de Marina Silva, ex-candidata à presidência da República. Colin, que enfatizou os avanços sociais no Brasil nos últimos 10 anos, não deixou de destacar o que ainda precisa ser erradicado no país: a pobreza no Nordeste, a injustiça com negros e idosos e a permanência de uma desigualdade social histórica. Vilas Bôas, por sua vez, criticou a ética política do Brasil e a indiferença das autoridades à crise ambiental, que afirmou ser muito mais grave que a crise econômica atual. “O que antes chamávamos de fisiologismo, hoje denominamos governabilidade”, disse a assessora.
 
Debateram-se, ainda, formas de atuação contra a exploração sexual de crianças e adolescentes e a participação dos evangélicos em conselhos de controle social, como o Conselho Nacional da Juventude e o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.
 
No segundo dia, a RENAS lançou oficialmente a campanha contra a exploração sexual de crianças no turismo, denominada Bola na Rede. Com a proximidade da Copa do Mundo de Futebol no Brasil em 2014, a ideia é mobilizar pessoas a levantarem a voz contra o risco de aumento do crime entre turistas.
 
Dois livros com temática missiológica e social foram lançados no encontro: “Missão Integral -- fundamentos teológicos e implicações práticas”, de Ediomare Rodrinunes Nóbrega, e Assim na Terra como no Céu, organizado por Gínia Bontempo e publicado pela Editora Ultimato em parceria com A Rocha Brasil. Foi lançada, ainda, a “Bíblia Sagrada Pobreza e Justiça”, pela Sociedade Bíblica do Brasil. 
 
Os participantes produziram um documento final no evento, chamado Carta de Luziânia. Em forma de oração, ele traz uma síntese dos principais desafios levantados durante o encontro. 
 
Pastores se identificarão menos com suas denominações
A maioria dos pastores com afiliação confessional acredita que é fundamental pertencer a uma denominação. Porém, grande parte afirma que a importância de identificar-se com uma denominação diminuirá nos próximos anos -- de acordo com uma enquete realizada em março de 2010 pelo ministério LifeWay Christian Resources com mais de novecentos pastores evangélicos da América vinculados a denominações. 76% dos pastores concordam com a afirmação: “Considero que é fundamental para mim ser parte de uma denominação”. No entanto, 62% destes também acreditam que essa importância diminuirá na próxima década.
 
“Ironicamente o valor futuro da maioria das denominações depende, ao menos em parte, dos mesmos pastores que preveem seu declínio de influência, disse Ed Stetzer, vice-presidente de pesquisa e desenvolvimento da LifeWay. “O grupo mais propenso a separar-se de sua denominação é aquele em que os pastores pastoreiam as igrejas maiores, o que provavelmente não é de se estranhar”.
 
Não jogue sua vida fora
Este foi o tema do Congresso Cristianismo e Modernidade, realizado em São Paulo, nos dias 7 e 8 de outubro. O evento contou com a presença de 1.200 pessoas, sendo 80% jovens com idade entre 18 e 30 anos. O pastor e pregador batista norte-americano John Piper foi o preletor do congresso, que levou o nome do seu livro “Don’t Wast Your Life”. O evento foi promovido pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em parceria com a Editora Fiel.
 
Piper esteve presente também em outros dois eventos. De 3 a 7 de outubro, participou da 27ª Conferência Fiel para Pastores e Líderes, em Águas de Lindoia, SP, com o tema “Evangelização e Missões”. A conferência reuniu 2.500 líderes e contou com a audiência pela internet de mais de 50 mil pessoas. O segundo evento, Juntos em Cristo, aconteceu no Rio de Janeiro e reuniu cerca de 3 mil pessoas. Neste, Piper pregou sobre a alegria em Cristo.
 
Para o teólogo presbiteriano Augustus Nicodemos, estes três eventos mostraram que “o interesse pela fé reformada tem crescido e está rompendo as barreiras denominacionais”.
 
Fontes: “Serviço de Informação do Conselho Mundial de Igrejas”, “Expositor Cristão” e “Fuerza Latina Cristiana”.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.