Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Mais do que notícias

O “bestseller” mais comprado e mais negligenciado

Dois homens cristãos, mas de igrejas diferentes, falam coisas semelhantes a respeito da Bíblia. Simon Kistemaker, protestante, é professor emérito de Novo Testamento do Reformed Theological Seminary (campus de Jackson, Mississipi, e de Orlando, Flórida) e Orlando Brandes, católico, é arcebispo de Londrina.

Kistemaker -- Em muitos lares, a Bíblia acumula poeira e é um livro esquecido.
Brandes -- A Bíblia ultimamente serve apenas de enfeite na maioria das residências.
Kistemaker -- A Bíblia continua a ocupar o topo da lista de “bestsellers” em todo o mundo. Mas ao mesmo tempo ela continua a ser o livro mais negligenciado na vida daqueles que possuem um exemplar. O desejo de possuí-la não se compara ao desejo de conhecer a sua mensagem.
Brandes -- Estamos muito afastados da Bíblia e até sofremos de um certo analfabetismo bíblico.
Kistemarker -- Durante o reinado de Josias, rei de Judá, o sumo sacerdote descobriu o Livro da Lei no templo do Senhor. Num canto esquecido do prédio, a Palavra de Deus tinha estado escondida da vista, fora esquecida e, consequentemente, não exercia influência alguma sobre o povo.
Brandes -- Nosso povo, desde a catequese, tem um catecismo e não tem acesso à Bíblia. Em casa, nós não aprendemos com os nossos pais a abrir as Escrituras (…). Sabemos abrir a internet, sabemos abrir o computador, abrir o celular, mas o povão ainda não sabe abrir a Bíblia, não sabe interpretar a Palavra e tem dificuldade, claro, de vivenciá-la.
Kistemaker -- Quando as Escrituras foram descobertas, o rei Josias mudou literalmente o curso da história. Ele leu a Palavra de Deus ao povo e pediu que os adoradores prometessem renovada obediência à aliança que Deus fizera com eles, desviando assim a ira e o juízo de Deus.
Brandes -- Aqui em Londrina, graças a Deus, estamos incentivando muito e fazendo muitos exercícios de “leitura orante”. O povo está entusiasmado porque vai descobrindo esse tesouro que é a Palavra de Deus.
Kistemaker -- Devemos ler a Palavra de Deus juntos como família e meditar no seu significado. Ao mantermos o culto doméstico diário, seremos capazes de edificar famílias fortes que amem o Senhor.
Brandes -- Temos mais ou menos 3 mil grupos bíblicos de reflexão nas casas e ali a Bíblia tem prioridade.
Kistemaker -- Precisamos encorajar uns aos outros a decorar porções das Escrituras, de modo que tornemos a Palavra de Deus relevante em nossas vidas.
Brandes -- Devemos amar mais as Escrituras, dar à Bíblia a importância e a primazia que ela tem em nossa vida e a gente entrar definitivamente nesse santuário que é a Palavra de Deus, tanto no Antigo Testamento como no Novo Testamento.
Kistemaker -- Em nossos cultos de adoração, a Bíblia deve assumir a centralidade e nossos pastores devem ensinar fielmente a Bíblia por inteiro e todas as suas doutrinas.
Brandes -- Estamos sempre incentivando cursos bíblicos e diversas paróquias já têm seu curso bíblico. Temos a experiência de sacerdotes que se reúnem para preparar a sua homilia dominical em grupo e isso é uma grande esperança.
Kistemaker -- Ao ler, aprender e conhecer a Bíblia temos comunhão com Deus e o ouvimos falar conosco. Por esta Palavra, ele nos instrui sobre como viver para ele. E quando, em oração, lhe dedicamos nossa vida, inúmeras bênçãos descem sobre nós.
Brandes -- O grande objetivo da mobilização bíblica [que estamos promovendo] é as pessoas se reencontrarem com Jesus Cristo. E uma pessoa que se reencontra com Jesus, que é fascinada por ele, é claro que vai se tornar cada vez mais participante da igreja e muito mais missionária. Sem a Bíblia o missionário é fraco. Assim, toda a Igreja Católica vai ter uma sacudidela, uma comoção, uma mexida grande a partir das Sagradas Escrituras.

Fontes: “Comentário do Novo Testamento -- Atos”, vol. 2 (Editora Cultura Cristã), “Folha de Londrina”, 6/05/2010

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.