Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Mais do que notícias

Cartunista coloca veneno na imaginação dos teenagers e se manda

Foi na “Folhateen”, o caderno semanal da “Folha de São Paulo” dedicado ao público teenager -- adolescentes entre 13 e 19 anos. Na última página da edição de 15 de fevereiro de 2010, estava escrito, entre outras coisas:

“Afinal, pra que serve o casamento? Antigamente as pessoas se casavam porque estavam desesperadas para fazer sexo com o seu par. Mas hoje, segundo sérios estudos, 99,63568% dos jovens perdem a virgindade antes do casamento. Os outros 0,36432% não quiseram dar depoimento. Concluímos, então, que o matrimônio perdeu todo o sentido. Se casamento fosse bom, não precisava de testemunhas.”

“Antes de cometer a besteira de casar, conheça o pai ou a mãe do seu parceiro para saber como ele vai ficar depois de contrair o matrimônio. Veja o tamanho da pança do sogro e onde foram parar os seios da sogra. Digamos que o casamento é uma fábrica de monstros.”

“Se você pode ter inúmeros parceiros, porque diabos vai escolher ter um só?”

“O casamento é uma sociedade. Funciona como uma empresa. Tem um contrato, com assinaturas, rubricas, cláusulas, deveres, obrigações e carimbos de todas as cores. Quando essa empresa quebra é muito provável que seu “sócio” vire seu arqui-inimigo. Lembre-se de que o casamento é que nem submarino. Pode até boiar, mas foi feito para afundar.”

Quem assina o texto, ilustrado com vários desenhos, é o cartunista gaúcho Adão Iturrusgarai, de 45 anos. No final da página, há uma nota: “Isto é um texto de humor, entendido?”

O crime desse Adão lembra o crime daquele inimigo que, de noite, enquanto todos dormiam, entrou na lavoura alheia, semeou joio no meio do trigo e se foi (Mt 13.25). Depois de semear veneno na imaginação e na memória de meninos e meninas, o artista dá uma explicação e se manda. E todos o aplaudem, inclusive os pais dos “teenagers”. Isso faz parte do tal antagonismo entre a serpente e os seres humanos.

(Veja Caim e a neurocientista do Alabama)

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.