Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Notícias

Fórum reúne 450 jovens para discutir a natureza da missão da igreja

Experiências, provocações, desafios e reflexões sobre a natureza da missão da igreja evangélica brasileira permearam as plenárias, as oficinas, as mesas-redondas e os grupos pequenos do Fórum Jovem de Missão Integral (FJMI). O evento reuniu 450 pessoas — a maioria jovens — de 7 a 10 de junho, em Itu, SP. 

“Ver, sentir e agir” foram os verbos escolhidos para expressar a ânsia de compreensão do que significa cumprir a missão de Deus em sua totalidade no mundo de hoje. O evento foi também um encontro de gerações. Nomes como René Padilla, Ricardo Barbosa, Carlos Queiroz, Valdir Steuernagel, Ariovaldo Ramos e Bráulia Ribeiro se juntaram a centenas de jovens entre 17 a 35 anos para conversar, discutir e compartilhar histórias da caminhada cristã missionária. 

Qual o chamado de Deus para seu povo? Ariovaldo Ramos defendeu uma proposta missiológica que proclame o reino de Deus; o reino que dá uma nova dinâmica à sociedade e influencia todas as áreas da vida, como a economia, o trabalho e a política. “A missão da igreja é integral. Ela abre o reino para o mundo e muda o mundo com o Reino”. Para René Padilla, a igreja faz missão para entender que a integralidade da vida pertence a Deus, “e Deus nos usa para mostrar isso”. Eli Ticuna, vice-presidente do Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas, acrescentou mais um verbo aos outros três: “Deus vê, ouve, sente e age. Em Atos 7.34, Deus disse a Moisés que ouviu o clamor do seu povo. Ninguém pode parar o desejo de Deus salvar os indígenas”. Bráulia Ribeiro, por sua vez, sonhou a igreja com o “templo do Senhor e, portanto, casa das dores, das histórias, das esperanças da humanidade”, que valoriza o indivíduo, mas também a sociedade. (Veja a seção “Da Linha de Frente”.) 

O conselho que o historiador Ziel Machado deixou no último dia do evento vale para todos: “Missão se faz com coração íntegro diante de Deus, que aprende a discernir em um mundo adverso a quem dizer sim e a quem dizer não”. 

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.