logo ultimato
  • Seja bem-vindo Visitante!
  • Cadastre-se
  • facebook
  • twitter
  • rss
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Esqueci minha senha

NOTíCIAS

Um mutirão de oração pelas crianças

Acontece no próximo fim de semana (começando na sexta-feira) o 17º Mutirão de Oração Por Crianças e Adolescentes em Vulnerabilidade Social. Trata-se de um esforço espiritual amplo de cristãos de vários países em favor das crianças que vivem em situações de grande risco social. Igrejas, organizações sociais, empresas, movimentos e ministérios de todo o Brasil são convidados a participar. É possível fazer download do material de apoio, que inclui o Guia de Oração (para crianças e adultos) e uma apresentação (em PowerPoint).

Encorajados pela famosa oração de Jesus, o “Pai Nosso”, os participantes podem orar por motivos específicos relacionados à atual realidade enfrentada pelos pequeninhos. Leia no final um resumo do conteúdo da campanha deste ano.
 
Uma das perguntas do Guia de Oração da campanha é “por que orar por crianças em risco?”. A resposta é fundamental: “Porque a oração é poderosa. Porque Deus realmente ouve e responde. E porque quanto mais tempo o povo de Deus passar com ele, mais parecido com ele nos tornamos e assim mais saberemos como viver o seu amor pelas crianças em risco”.
 
No ano passado, a Viva (organização sediada na Inglaterra e responsável pela campanha) realizou uma pesquisa e constatou que 61% dos participantes tinham menos de 18 anos. A organização recebeu relatos de 41 países nos quais foram realizados eventos com uma média de 506 pessoas por evento, com 3 horas de duração.
 
O Mutirão de Oração Por Crianças e Adolescentes em Vulnerabilidade Social acontece no Brasil desde 2002, sempre organizado pela Rede Mãos Dadas e apoiado pela Editora Ultimato. Os relatórios mostram a participação de milhares de pessoas a cada ano. Em 2009, o mutirão chegou a mobilizar mais de 60 mil pessoas no país.

Motivos de oração
 
“Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome”
- Ore para que as crianças e adolescentes que passaram por experiências de grande sofrimento encontrem a cura interior que é possível por meio do perdão, da proximidade com o Deus Altíssimo e que assim possam louvar a Deus, mesmo diante das adversidades da vida.
 
“Venha o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” 
Ore para que as políticas de proteção infantil sejam implementadas pelos governos das noções e que se tornem eficazes. Esta é a vontade de Deus.
 
“Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia”
Ore para que as crianças em todo o mundo, especialmente nos locais onde há fome, tenham suas necessidades básicas supridas, e que aprendam a confiar em Deus, pois Ele é um Deus que supre.
 
“Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores”
Ore para que haja arrependimento, correção e restituição por partes daqueles que usam o seu poder e malícia para subjugar crianças e adolescentes em tantos contextos de opressão presentes hoje no mundo.
 
“E não nos deixe cair em tentação, mas livra-nos do mal”
- Ore para que crianças e adolescentes sejam libertas da escravidão das drogas, das tentações ligadas ao comércio sexual, e que tenham forças para absterem-se do mal.
- Ore para que as crianças resgatadas das malhas de corrupção consigam crescer e se desenvolver em um contexto saudável e amoroso.
- Ore para que a rede do bem prevaleça sobre a rede do mal com resultados práticos de resgate, restauração, reconciliação e reconstrução de vidas. Que Deus use para a sua glória o trabalho daqueles envolvidos na Campanha Bola na Rede.
 
“Porque teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém.”
 
Leia mais
Casado, jornalista, é editor de web da Editora Ultimato. Colabora também na área de comunicação com a Rede Evangélica Nacional de Ação Social (RENAS) e a Rede Mãos Dadas. É um dos organizadores de Uma Criança os Guiará.
  • Textos publicados: 26 [ver]

Opinião do leitor

comentar
Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.