Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Juan Stam (1928-2020): a influência e o legado de um pioneiro

Ultimato lamenta o falecimento do conhecido biblista e teólogo latino-americano Juan Stam, hoje, aos 92 anos. Fazemos nossas as palavras do pastor e teólogo colombiano Harold Segura: "Damos graças a Deus pela sua vida consagrada ao Senhor, a serviço do seu Reino e a seu povo. Por nos ensinar a fazer teologia com as mãos no arado". Na foto ao lado, Juan Stam e sua esposa Doris.

Para que o leitor conheça um pouco mais sobre a influência e o ministério de Juan Stam, publicamos a seguir parte da introdução ao seu livro "As Boas Novas da Criação", a ser publicado em inglês, preparada pelo teólogo Timóteo Carriker e, em seguida, as palavras de despedida e gratidão do professor Jorge Barro.


Por Timóteo Carriker

Conheci Juan Stam no Brasil no início da década de 1980 e fiquei imediatamente impressionado com sua maneira jovial e desarmante, sua transparência política (ele estava vestindo uma camiseta sandinista!) e seus fortes apontamentos bíblicos e teológicos. Ele já era conhecido como uma espécie de quarto pilar do movimento de missão integral ao lado de René Padilla, Samuel Escobar e Orlando Costas. Exceto por seu físico alto e esguio, tudo o mais apontava para uma personalidade totalmente latino-americana. Como poderia ser isso e quais foram as contribuições específicas de Stam para o movimento?

A conexão institucional com o movimento de missão integral veio através do mandato de Juan Stam em várias faculdades na Costa Rica. Plutarco Bonilla foi Professor de Filosofia na Universidade da Costa Rica de 1962 a 1991 e Decano Acadêmico e Reitor do Seminário Bíblico Latino-Americano. Orlando Costas também ensinou no SBL de 1970 a 1974, onde trabalhou com Evangelismo em Profundidade. Tornou-se ativo na Fraternidade Teológica Latino-americana em 1972 - eleito seu Secretário Executivo em 1977 - e fundou o Centro Latino-Americano de Estudos Pastorais em 1973. Essas instituições formaram uma espécie de ninho para o desenvolvimento do movimento de missão integral, e no meio delas estava o amplamente reconhecido, brilhante, jovial, americano-costarriquenho. Juan Stam serviu no corpo docente do Seminário Bíblico Latino-Americano de 1957 a 1980, na Universidade Nacional da Costa Rica de 1974 a 1994, e depois serviu no corpo docente do Seminário Teológico Bautista na Nicarágua (1981 a 1985), no Seminário Nazareno de las Américas na Costa Rica (1990-1995) e na Universidad Evangélica de las Américas (UNELA) na Costa Rica (1992-2002).

Juan Stam foi alguém de notáveis ​​credenciais acadêmicas, uma fé profunda e pessoal em Jesus Cristo e igualmente profundamente comprometido com uma evangelização que transformou não só vidas pessoais, mas também permeou e exigiu a transformação de estruturas sociais. Profundamente enraizado na fé evangélica e treinado nas melhores instituições evangélicas norte-americanas da época - Wheaton College (BA e MA) e Fuller Theological Seminary (BD) com George Ladd - o compromisso inicial de Stam com uma abordagem encarnacional da missão o levou a prosseguir estudos na Universidad de Costa Rica em literatura e filosofia e, eventualmente, estudos de doutorado com Karl Barth e Oscar Cullmann na Universidade de Basilea na Suíça e estudos de pós-doutorado em Tübingen, Alemanha, com Hans Küng e Jürgen Moltmann. Em cada um de seus estudos de graduação, Juan foi o primeiro de sua classe.

Mas Juan, fiel à sua educação pietista e evangélica, considerou a Bíblia seu primeiro livro, cuja autoridade final exigia uma interpretação o mais livre possível da tradição, incluindo a tradição evangélica. Essa postura o impulsionou inicialmente em direção a líderes neoevangélicos como Berkouwer, Ladd, Ramm, Carnell e Jewett. Enquanto ministrava um curso sobre “A Igreja e a Sociedade” no final dos anos 1950 e início dos anos 1960, Stam foi particularmente impactado pelo testemunho e exemplo de Dietrich Bonhoeffer, Martin Luther King e Nelson Mandela e, logo depois, Helder Cámara e Oscar Arnulfo Romero. Influências posteriores vieram de Kierkegaard, Barth, Brunner e Tillich, bem como de René Padilla, Samuel Escobar, Pedro Arana, Roland Gutiérrez e José Miguez-Bonino.

Stam se considerava um “evangélico radical” no sentido de ser constantemente levado às raízes de sua fé no ensino bíblico. Em 2018, o padre católico Miguel Picado Gatjens descreveu Stam como um “teólogo livre” no mesmo sentido de independência de qualquer escola interpretativa.

Stam era alguém maduro para o movimento de missão integral e ele mergulhou de cabeça nele, não só por meio de seu próprio ministério pastoral durante seus anos de mandato como professor de seminário e universidade, mas também por meio de inúmeras viagens patrocinadas pelo CEBEP e outras organizações em toda a América Latina e especialmente Cuba, onde dirigiu retiros teológicos para pastores e líderes religiosos. Também foi figura constante e palestrante nos Congressos Latino-Americanos de Evangelismo (CLADE) promovidos pela FTL (1969, 1979, 1992, 2000, 2012).

Finalmente, como outros teólogos da missão integral da América Latina, Stam deixa um legado duradouro por meio de seus escritos. Além das centenas de artigos, Stam escreveu vários livros importantes. Provavelmente, as duas de maior alcance são suas As Boas Novas da Criação - por sua genuína originalidade e fôlego bíblico inovador - e seu enorme comentário em 4 volumes sobre o Apocalipse: Apocalipsis: Comentário Bíblico Ibero-americano (vol. 1 em 1999, vol. 2 em 2003, vol. 3 em 2004 e vol. 4 em 2014). Este último foi sua paixão ao longo da vida, especialmente relevante por sua contribuição profética para a transformação social. Sua obra mais geral Profecia bíblica e a missão da igreja (em 1999 e 2001 em espanhol, e em 2003, em portugues) fornece as ferramentas interpretativas existentes por trás da abordagem de Stam. E assim, enquanto a teologia e a história são as principais ferramentas para o desenvolvimento da missão integral de René Padilla, Samuel Escobar e Orlando Costas em constante diálogo com as passagens bíblicas e uma análise social da América Latina, Stam complementa essa abordagem. Começando inicialmente com uma exposição da Bíblia para elaborar uma abordagem teológica, ele então aplicou isso a uma visão evangélica para a transformação dos diversos contextos da América Latina.

Por Jorge H. Barro


Como sou grato a Deus por Juan Stam. Foram muitas vezes que estivemos juntos na América Latina. Ele sempre estava sorrindo, com um senso de humor impressionante. Ele sempre era acessível, fácil, próximo, simples. Recebemos o Juan na FTSA - Faculdade Teológica Sul Americana duas vezes, ministrando aulas marcantes.

A idade era avançada (92 anos) e a qualquer momento sabiamos que a notícia de sua partida desse mundo chegaria. E chegou! Choro por isso, mas ao mesmo tempo como sou grato a Deus por ter convivido com esse homem que o mundo não era dígno!

Era certamente era o maior biblista vivo sobre o Apocalipse. E muito provavelmente continuará sendo por décadas! Juan era uma "máquina de produção" acadêmica, trazendo em seus escritos as perspcetivas missiológicas, pastorais e contextuais. Um amante da América Latina, a ponto de abrir mão de sua cidadania norte-americana.
Sendo Juan um especialista no livro da Esperança, Apocalipse, não existe melhor versículo para celebrar sua vida: "Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham" (Ap 14.13).

Sim, "as obras (especialmente sua produção acadêmica) nos acompanharão até que Ele venha!". Minhas condolências a Doris, sua esposa amada!

Como celebro a vida deste herói da fé!

Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1175 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.