Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

John Stott (1921-2021): 100 anos. Vida e obra de um discípulo radical

JOHN ROBERT WALMSLEY STOTT foi um dos mais influentes nomes na teologia e da fé evangélica do século XX. A sua indicação pela revista Time como uma das cem personalidades mais influentes do mundo pouco importa. Para os seus leitores, John Stott (1921-2011) é reconhecido pela sua capacidade de falar das verdades bíblicas de maneira fácil de ler e prática, ao mesmo tempo em que revelam sua sabedoria e um espírito amoroso do autor.

O escritor Jose de Segovia, pastor da Igreja Evangélica Evangélica del barrio de San Pascual em Madri, Espanha, relata no primeiro de uma série de artigos, porque John Stott não escreveria suas memórias: “Me parece a mí, que tanto a las autobiografías como a las biografías de personas que todavía viven, les falta objetividad y honestidad”. Para relaxar, Stott olhava livros com fotos e ilustrações de pássaros, mas antes de dormir lia biografias. Pensava que “las biografías más fascinantes son aquellas que no simplemente cuentan la historia de alguien, sino que descubren su secreto”. O que buscava nelas era a força ou motivação que explicava sua vida, “a lo que se dedicaba y por qué”.

Escolhemos celebrar os 100 anos do nascimento de John Stott (a data exata é 27 de abril) com uma campanha editorial para tornar ainda mais conhecido o legado do autor. Começamos com artigos sobre as características do discipulado radical (palavra que tem origem no latim e significa “raiz”, “cujas opiniões vão às raízes e que são extremos em seu compromisso”). Um conteúdo necessário à igreja hoje.

Para começar, o pastor Gladston Cunha apresenta As 8 marcas do discipulado cristão, segundo John Stott: um convite à piedade ativa, servindo a Deus e ao mundo, numa vida de imitação de Cristo.

No blog estudos bíblicos, o leitor encontra a série O Discipulo Radical, com 8 estudos bíblicos, para uso individual ou em grupo, sobre o último livro escrito por aquele que é um dos mais amados autores do século 20.


Para conhecer melhor alguns detalhes da vida pessoal do autor de Cristianismo Básico, publicamos uma série de artigos de Jose de Segovia. No primeiro, conhecemos mais sobre a sua infância e adolescência. [Foto]

E, a partir de hoje, 19 de abril, Ultimato em parceria com a Missão ALEF, acontece uma série de lives sobre a obra e vida de John Stott, sempre às 20h00. Todos os dias, de 19 a 23 de abril, às 20h, com transmissão simultânea nos canais do Youtube da Missão ALEF e Editora Ultimato.

Confira a playlist da Semana Stott, com Antonia Leonora Van Der Meeer, Ziel Machado, Ricardo Wesley. Marcos Mendes e Valtenci Oliveira.

A psicoterapeuta Taís Machado começa apresentando uma das 8 marcas do discipulado radical: a morte. Para ela a nova vida que Cristo oferece tem a ver com crer e confiar que morrer um pouco a cada dia, por causa do evangelho, nos leva a descobrir mais da vida agora.

Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1196 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.