Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

A corrupção como um desafio permanente para a igreja é assunto da próxima live de Diálogos de Esperança

Por Ana Luz

Segundo o relatório Índice de Percepção da Corrupção (IPC)1, produzido pela Transparência Internacional – organização sem fins lucrativos anticorrupção –, em 2020, com 38 pontos, o Brasil permaneceu estagnado em patamar ruim. O número deixou o país na 94ª posição, ficando atrás de países como Colômbia, Turquia e China.

De acordo com o site Transparência Brasil, “em 2020, com a pandemia do coronavírus, as atenções se voltaram para o enfrentamento da crise sem precedentes. Com a necessidade real de responder urgentemente às necessidades da sociedade, os riscos de corrupção também aumentaram. No mundo inteiro, foram inúmeros os casos de corrupção, que mostraram suas consequências mais perversas em meio à terrível crise humanitária".

Corrupção é assunto bíblico como lembrou a “Carta ao leitor” da edição 343 da Ultimato: “O verbo corromper, o substantivo corrupção e o adjetivo corrupto e seus sinônimos aparecem várias vezes nas Escrituras. Não é exagero dizer que Deus combate a corrupção do Gênesis ao Apocalipse”. Porque Deus se importa com o combate à corrupção os crentes também devem se importar.

Pensando na reflexão e participação da igreja frente a este assunto sério é que a próxima live de Diálogos de Esperança e representantes do coletivo Ame a Verdade convidam para uma conversa sobre "A igreja e o permanente combate à corrupção”, na próxima 3ª feira, 28/09.

Formado por diversas organizações evangélicas com presença em todo território nacional, o coletivo Ame a Verdade tem se envolvido em diferentes ações de defesa de direitos, abraçando a causa da governança e da transparência pública.

Valdir Steuernagel conversará com as representantes do coletivo sobre a prática da igreja no combate à corrupção, o mandato bíblico e novos projetos de ação do Ame a Verdade para o futuro. Tânia Wutzki, membro do Ame, coordena os projetos sociais da Federação das Entidades e Projetos Assistenciais (FEPAS), ligados às igrejas da Convenção das Igrejas Batistas Independentes (CIBI), e lidera a equipe que está implementando o Projeto Fé Cidadã de enfrentamento à corrupção em sete cidades do Nordeste. Elda Valim, também convidada para o bate-papo, representante do Ame a Verdade, é economista, advogada e auditora federal com uma experiência de 26 anos em fiscalização do orçamento público como servidora pública e como cidadã em várias iniciativas da sociedade civil.

Diálogos de Esperança acontece quinzenalmente e é uma iniciativa de quatro organizações cristãs: Aliança Evangélica Brasileira, Editora Ultimato, Tearfund e Visão Mundial.

Serviço
Diálogos de Esperança
Tema: A igreja e o permanente combate à corrupção
Data: 28 de setembro de 2021
Hora: 18h (Horário de Brasília)
Local: Canal da Editora Ultimato no Youtube e Facebook, simultaneamente.

Participantes

Tânia de Medeiros Wutzki
, coordena os Projetos Sociais da FEPAS que são ligados às igrejas da CIBI -  Convenção das Igrejas Batistas Independentes. Lidera a equipe que está implementando o Projeto Fé Cidadã de enfrentamento à corrupção em sete cidades do Nordeste. Atuou por mais de 10 anos como secretária executiva da RENAS e hoje compõe o grupo coordenador. Representa a FEPAS no Coletivo Ame a Verdade, Movimento Renovar Nosso Mundo e integra o Conselho Coordenador da Aliança Cristã Evangélica Brasileira. É teóloga, pedagoga e tem MBA em gestão de projetos sociais. É casada e mãe de 3 filhos adultos.

Elda Valim, economista, advogada e auditora federal de controle externo (TCU) aposentada. Tem experiência de 26 anos em fiscalização do orçamento público como servidora pública e como cidadã em várias iniciativas da sociedade civil. Apoiada pelo Programa Indivíduos Inspirados da Tearfund. É casada com Claudio Fim e mãe de Pedro (26) Ana Alice (20), Clarisse (18). É ovelha do pastor José Drailton da Igreja Presbiteriana Independente Central de Cuiabá.

Nota
1. O IPC avalia 180 países e territórios e atribui a eles notas em uma escola entre 0 (quando o país é precebido como altamente corrupto) e 100 (quando o país é percebido como muito íntegro). E é a referência mais utilizada no mundo por tomadores de decisão dos setores público e privado para avaliação de riscos e planejamento de suas ações.

Com informações do site Transparência Internacional

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.