Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Colunas — Altos Papos

Cristo é o Senhor da criatividade

Conselho Editorial Jovem


Lorena Chaves é cantora. Aos 15 anos participou pela primeira vez de um festival de música e depois disso nunca mais parou. Música era de fato o que mais queria para sua vida. Tem 30 anos, é casada com Thiago, mora em Belo Horizonte e é membro da Igreja Batista Central.


Para você, como a arte deve se relacionar com a vivência do evangelho?

Como cristãos evangélicos, tendemos a dar pouca importância à arte. Consideramos os outros aspectos da vida humana mais importantes. E apesar do senhorio de Cristo, limitamos a atuação dele a uma pequena área da realidade. Ao que parece, não conseguimos enxergar que Deus redimiu o homem por inteiro. Lidamos com a arte “demonizando” nossa cultura, deixando de lado teatro, dança, artes plásticas, e validando apenas as músicas litúrgicas. A verdadeira espiritualidade está no senhorio de Cristo sobre o homem como um todo. Como um todo mesmo! E isso inclui nosso intelecto e nossa criatividade. A fé me faz contemplar Jesus todos os dias e isso “respinga” em tudo o que sai de mim.

O “sucesso” pode atrapalhar o artista cristão?
Depende do que a gente chama de “sucesso”. Precisamos de irmãos ocupando lugares altos em todas as esferas da sociedade. O sucesso pode ser uma desgraça total nas mãos de quem se entrega aos próprios desejos e ambições ou pode ser uma poderosa estratégia nas mãos de quem sabe que nada disso é para autossatisfação. A gente sabe o final da história de pessoas chamadas por Deus que se desviaram e não cumpriram a missão que lhes foi dada. Como viver de outro jeito, senão devolvendo tudo a ele? Afinal, é ele atuando por meio de nós. Usaremos o sucesso de forma eficaz quando soubermos de fato quem somos, quando nossa identidade estiver totalmente enraizada em Deus.

Sua música está distante do estereótipo gospel. Como é a aceitação entre cristãos e não cristãos?
Há quem goste e há quem não goste. Meu intuito nunca foi agradar e ser aceita por todo mundo, isso seria impossível. Já tentaram me rotular de todas as formas: a cantora de MPB gospel, cantora cristã alternativa, cantora cristã que canta música secular, perdi as contas. Há quem diga que meu jeito de compor é apenas uma estratégia para evangelizar, como se tudo na vida do artista cristão tivesse que terminar em evangelização. Sinto que existe uma aceitação maior por pessoas de fora da igreja, por incrível que pareça. O fato de escrever sobre vida, natureza e amor soa como absurdo para alguns cristãos. Já ouvi comentários como “esse tipo de música está longe de ser um louvor”.

Quais são as vantagens e as dificuldades da "fama"?

Você passa a ser uma formadora de opinião e pode usar tudo isso em prol do reino. Mas ao mesmo tempo é preciso pensar duas ou mais vezes antes de escrever ou falar qualquer coisa. De uma forma geral as pessoas estão sempre prontas a criticar e ofender sem o menor conhecimento.

Qual é seu conselho para cristãos que querem seguir uma carreira artística?
Acho que meu conselho soaria mais como um pedido: por favor, amigo artista, não use a sua arte simplesmente como uma propaganda evangelística, mas como algo belo para a glória de Deus. Não ignore a cultura do nosso país. Envolva-se com o mundo ao seu redor. Seja luz na escuridão, faça arte pela arte, seja criativo, seja excelente em tudo o que fizer. Seja relevante! Nunca deixe de buscar a direção do Senhor e jamais se esqueça de que toda honra e toda glória pertencem somente a ele.

Leia mais
Por que temos tão poucos artistas plásticos cristãos?

Mais perguntas e respostas da entrevista com Lorena Chaves

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.