Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Cartas

Cartas

Família, graças a Deus!
Parabenizo Ultimato pela escolha do tema família como enfoque. Estamos vivendo tempos difíceis e desafiadores para aquela que é a instituição humana mais importante. Para mim, como pastor, a abordagem me ajudou bastante em minhas reflexões e em meu preparo para falar sobre este assunto, que também foi o tema do mês em minha igreja.
Hamises S. Cunha, Almenara, MG

Como sempre, Ultimato foi criativa e ao mesmo tempo bíblica com a matéria de capa sobre família. Amei a ideia dos cinquenta motivos de gratidão a Deus pela família publicado no Blog da Ultimato , pois na atualidade a família tem sido bombardeada por aqueles que duvidam do seu valor na sociedade. Parabéns por saírem mais uma vez na frente.
Gilson da Silva

Amor obediente
Estou iniciando a leitura de Ultimato e já me delicio com a palavra de abertura, que expõe tão claramente os valores do amor, e também com a pastoral, que destaca o gesto simples e imediato da obediência de Josué ao Senhor. Sim, tenho aprendido que com “amor obediente” conhecemos bem melhor a grandeza e as maravilhas do amado Pai. Seguirei lendo atentamente cada matéria desta revista tão zelosa para com o nosso eterno Deus.
Unilson Alves, Rio de Janeiro, RJ

A força do amor
Como foi feliz o autor do texto A força do amor , ao expressar o amor! Acredito que faz parte do seu ser, de tão intrínseco que é. Parabéns! Formidável!
Abel Almeida Campos, Planura, MG

Em tudo, dai graças!
O assunto gratidão na seção Em destaque é fantástico e, como pastor, vez por outra trabalho essa questão junto aos fiéis.
Gentil Alves Pessoa, São Bernardo do Campo, SP

O reino de Deus já está ali
Tão profunda a experiência de amor e fé relatada em Arte para todos . Tenho o privilégio de ter um dos quadros de Silvana Bezerra em minha sala, no escritório do Projeto Calçada. Silvana retratou um menino puxando uma garrafa pet como se puxasse um carrinho, enquanto sua mãe segura um de seus braços e carrega um bebê nas costas. Resiliência da criança é o que transmite seu quadro para mim. Eu lido com histórias bem duras de crianças e adolescentes. E esse quadro tenho ao meu lado para lembrar sempre da resiliência e criatividade da criança. Inspiração e fé. Agradeço muito, Silvana, por compartilhar em cor e palavras sua experiência no Senegal.
Luciana Falcão da Silva, Rio de Janeiro, RJ

Fiquei comovida com o trabalho de Silvana Bezerra relatado no artigo O reino de Deus já está ali . Que as cores lindas que foram impressas na vida daquelas crianças se espalhem pelo mundo, tão cheio de vermelho, preto e cinza! Que as cores lindas da vida florescendo voltem para todos! Deus está em toda parte. Só é preciso que queiramos reconhecê-lo.
Isabel Mello

Tempo de lamentar
Amei o artigo Um cântico fúnebre para o mundo de hoje (Ultimato, março/abril de 2017). Perfeitas as palavras que qualificam este mundo atual. Parabéns pela literatura profunda, que muito agrega à vida de um cristão.
Lidiane Silva de Oliveira Rocha

Escatologia da vingança
Como assinante e leitor das excelentes matérias apresentadas por Ultimato, não pude deixar de surpreender-me com o artigo A escatologia da vingança, de Bráulia Ribeiro (“Reflexão”, março/abril de 2017). A articulista é sempre coerente em suas colocações e proporciona informação e edificação. Contudo, reconhecendo seu trabalho missionário e sua formação acadêmica, tomo a liberdade de pensar algumas colocações em sua reflexão. Aos que procuram vivenciar a ética bíblica é dirigida a promessa de que “muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas” (Sl 34.19). Aos ímpios, por sua vez, o texto sagrado é enfático: “A face do Senhor está contra os que fazem o mal, para desarraigar da terra a memória deles” (Sl 34.16). A multiforme graça de Deus, revelada em Cristo, não anula seu juízo sobre os que praticam a iniquidade. É preciso considerar que não se trata de uma escatologia da vingança visualizar os males mais terríveis acometendo os políticos corruptos, mas, sim, de constatar uma lei divina na vida daqueles que não se arrependem de seus atos pecaminosos: “Não erreis. Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gl 6.7). Além disso, o cristão convicto e convertido não está à deriva e muito menos naufragando, pois está embarcado em Cristo, navegando rumo às bodas do Cordeiro. Penso, com todo o respeito, que a autora deveria, do alto de sua experiência e vivência missionária, enfatizar mais as Escrituras e menos os filósofos ateus.
Carlos Queiroz, São Paulo, SP

Luteranos e anglicanos
Queria que vocês dessem vozes para luteranos e anglicanos, pois igrejas históricas têm seu valor. Engraçado que vocês vendem muito John Stott, mas não mencionam a igreja dele. Com certeza não é o mesmo espaço que outras denominações têm.
Marco Aurélio Cicco, São Paulo, SP
-- Em 2010, publicamos uma edição em que um dos artigos fala sobre os quatro mais notáveis escritores anglicanos. John Stott é um deles. Além desta, há dezenas de referências a Stott nas edições de Ultimato que mencionam a sua filiação à Igreja Anglicana.

Aconteceu comigo
Ouvir pessoas compartilharem seus encontros com o autor da fé na seção Aconteceu comigo -- Meu encontro com Jesus é sem sombra de dúvida maravilhoso.
Itamar Santos, Salvador, BA

A seção “Aconteceu comigo -- Meu encontro com Jesus” é uma excelente iniciativa para testemunhar da salvação de Cristo por meio de experiências pessoais.
Weber Sérgio C. Silva, Brasília, DF

Aprendo com Ultimato
Parabéns a toda a equipe da revista Ultimato. Aprendo cada vez mais com conteúdo de alto valor educativo.
Fátima Loureiro S. Silva, Niterói, RJ

Louvamos a Deus por essa conceituada revista que tem abençoado os missionários da Agência Missionária Betel Brasileiro, tanto os que estão nos campos nacionais como os que estão em campos transculturais, para os quais escaneamos os artigos e os enviamos por e-mail. Muito obrigada.
Rosário Aguiar, João Pessoa, PB

Eu comprava Ultimato em livraria, mas, desde que fiz a assinatura, não fico mais sem ela. Agradeço a Deus pela vida de todos que trabalham com muito amor e dedicação para abençoar vidas e glorificar a Deus.
Alexandre José Ferreira, Santos, SP

Ultimato é a revista cristã mais completa do país. Porém, acredito que suas matérias perderam algumas vezes o apelo para serem lidas. Alguns textos enfadonhos que em nada acrescentam ao cristianismo prático, em alguns casos amedrontam e nos jogam na esteira da inutilidade. Oro para que a visão que me atraiu pela revista há mais de 25 anos não se apague.
Ricardo José C, Maia, Rio de Janeiro, RJ

Música para crianças
Sugiram aos artistas que vocês conhecem [e divulgam em Novos acordes ] fazerem composições musicais para crianças que tenham rima, de diferentes estilos (dos mais tradicionais aos mais contemporâneos), de assuntos diversos: desde histórias bíblicas até assuntos do dia a dia das crianças.
Lara Miguel Q. Araújo, São Paulo, SP

Há 30 anos
Ultimato é democrático e ecumênico, se bem que puxa brasa para sua sardinha, o que não é de se estranhar. Mesmo assim ajuda os leitores a esclarecer certos pontos importantes. O jornal [sic] faz bem em deixar aberta a página “Cartas à redação”. Por meio dela podemos ver divergências e convergências de ideias. Quanto a rezar ou não rezar aos Santos, creio que dependerá da formação e da teologia que cada um recebeu. Todos os cristãos esclarecidos estamos carecas de saber que Cristo é realmente o único e suficiente Salvador. Ele é o caminho para o Pai: “Ninguém vai ao Pai a não ser por mim” (Jo 14.6, 1Tm 2.5). Verdadeiramente Jesus não é somente mediador da graça, mas também a graça salvífica, personificada em si mesmo.
Padre Artur Betti, Piçarras, SC
Março de 1987


Cartas da prisão
Conheci a revista Ultimato dentro da prisão e parabenizo toda a equipe pela dedicação ao trabalho que realiza. Gosto da área reservada às cartas da prisão. É bom saber que há espaço para nós na sociedade. Peço a Deus que lhes dê sabedoria, conhecimento e tudo o mais necessário para que este trabalho nunca acabe, cresça e alcance vidas para ele.
K. S. S., Tremembé, SP
-- K. S. S. é uma das mulheres presas que recebem Ultimato. Recentemente chegou até nós um pedido de envio de revistas para o presídio feminino de Paraopeba, MG, e ficamos contentes em atendê-lo graças ao antigo e oportuno esforço de assinaturas patrocinadas para presos.

Gostaria de saber se vocês podem me enviar alguns exemplares de Ultimato. Não há necessidade de ser a edição do bimestre; podem ser edições anteriores. Eles serão de grande ajuda para minha edificação espiritual.
A. G. O., Sorocaba, SP

Gostei muito da edição de maio/junho de 2017 de Ultimato e da matéria de capa sobre família. Vocês colocaram em destaque um tema muito importante, pois, além de ser uma instituição divina, é o berço da sociedade. Com o artigo de Jonathan S. Freitas aprendi uma lição que carregarei para o resto de minha vida.
T. H. P., Iperó, SP

Portal Ultimato
O estudo bíblico A conversão dramática de Saulo (blog Estudos Bíblicos, 4/6/2017) é uma excelente fonte de aprendizado para compartilhar com aqueles que tenham o desejo de conhecer melhor o evangelho, tendo como base a transformação na vida de Paulo.
Marcos Davidson A. Botelho

Tremenda lição traz o artigo Conto pascal paulistano (blog Ultimato Jovem, 10/4/2017), que, nas entrelinhas, nos ensina: a amar mais e a nada criticar, buscar perceber as necessidades das pessoas à nossa volta, quando estamos com a barriga cheia e nossos filhos estão conosco e bem, e a perseverar, sempre esperando no Senhor novas possibilidades e oportunidades, nem sempre para nós mesmos, mas para aqueles que amamos. Amar sempre sem nunca questionar.
Paulo César V. Ruiz, São José dos Campos, SP

Coração grato e inundado de alegria por “ler” você, Zé Carlos (Meu coração é sertanejo, blog Paralelo 10, 29/5/2017), e perceber que a sua satisfação está na contramão dos tantos que buscam por “fama”. Que estas palavras se cumpram em sua vida e ministério, pois “o Senhor se agrada dos que colocam sua esperança e satisfação no seu amor leal”.
Suely Araújo, Curitiba, PR

É maravilhoso ler comentários enriquecedores como os dos missionários relatados no artigo O que eu aprendi servindo entre os sertanejos (blog Paralelo 10, 3/5/2017). Os sertanejos são pessoas fortes, mas de muita fé em Deus; eles creem no Criador (ainda que por meio do catolicismo) como a única solução para os problemas que enfrentam. Plantam suas lavouras com a fé em Deus de que tudo vai dar certo naquele ano, mas, quando acontecem perdas, pedem a Deus uma saída. O evangelho de Cristo deve ser levado -- levar o pão aos famintos --, como diz em sua palavra. Uma frase marcante foi a de Beat Roggensinger: “Aprendi também que, quando eu não for para determinados povoados, pode ser que ainda demore por anos para que este povo querido e sofrido tenha a oportunidade de ouvir o evangelho”. Como seria maravilhoso se todos entendessem verdadeiramente o por quê do “Ide” do Senhor!
Aline Kathleen de Magalhães Amorim

Parabéns pelo artigo Sou idoso, o que a igreja precisa saber a meu respeito? (Blog da Ultimato, 31/5/2017). Ótima matéria que nos ajuda com os queridos irmãos idosos.
Rocilda

Livros Ultimato
De Quem é a Terra Santa? é um excelente livro, escrito com conhecimento bíblico e histórico, com sabedoria e compaixão, por alguém que viveu muito tempo nesse contexto.
Antonia Leonora van der Meer, Carambeí, PR

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.