Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — --

Arte para todos

Cinema, unidade e missão
Bruna Steudel

Sempre fui apaixonada por arte. Aos meus 16 anos, pude conhecer a Cristo. Foi como se em mim se renovasse uma esperança, um propósito maior para a minha existência. E, ao contrário do que alguns filmes cristãos pregam, desse encontro não veio a solução para todos os meus problemas. Jesus revelou quartos escuros, sentimentos a serem tratados, preconceitos a serem quebrados. Nessa caminhada encontrei uma missionária, que numa reunião discursava sobre o amor que tinha pelo seu campo missionário. Alguns falavam que ela não era humana, que as pessoas hoje em dia não querem saber daquilo. Constrangeu-me ver aquela mulher se esforçando ao máximo para falar que era normal, que sentia dores e medos como qualquer um. Naquele momento percebi mais uma coisa que precisaria aprender naquele tempo: que eu conhecia muito pouco sobre o mundo, principalmente pessoas que fogem dos nossos padrões sociais e buscam se dedicar a grandes causas. Refleti sobre quanto minhas orações giravam em torno de mim mesma. Semanas depois surgiu o projeto Imperfeitamente Iguais, que tem como objetivo usar o cinema para conhecer pessoas que tem levado o amor de Deus pelo mundo, compreender que não são super-heróis e permitir saber quais são suas dores e vitórias. Junto com dois amigos, Ana Azevedo e Daniel Bernardon, viajamos para a Índia a fim de conhecer mais sobre os missionários. Como consequência, aprender sobre nós mesmos. Das nossas batalhas, questionamentos e aprendizados surgiu o filme “Índia, Revelando o Amor que Nos Une”. Em 2016 ganhamos como melhor documentário no Festival Internacional de Cinema Cristão. Porém, nossa maior alegria é ver pessoas que assistem ao filme e entendem que também podem cuidar de outras, não precisam ser perfeitas, que é possível caminhar com Cristo, pois a obra é dele. Como diria uma das personagens do filme, “Ninguém tem mérito de nada, temos apenas o privilégio de ver grandes coisas através de Jesus”.

• Bruna Steudel é formada em publicidade e propaganda e tem especialização em cinema, processos e reflexões. É roteirista e diretora de 22 espetáculos teatrais e de sete curtas-metragens. É diretora do projeto Imperfeitamente Iguais, o qual busca utilizar o cinema para aproximar as pessoas de grandes causas, como a diferença de classes na Índia, a adaptação dos refugiados sírios e sudaneses na Europa e trabalhos sociais nas comunidades do Rio de Janeiro. Para conhecer o filme “Índia, Revelando o Amor que Nos Une”, escreva para contato@imperfeitamenteiguais.com.br.

Leia mais
Versão ampliada do artigo “Cinema, unidade e missão”

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.