Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Mais do que Notícias

Igreja em ação

O mais extraordinário médico missionário do mundo 
Jason Fader é cirurgião e missionário, filho de missionários. Ele é um dos treze cirurgiões que servem 10 milhões de pessoas em Burundi (África subsaariana), o país com maior índice de fome em 2016.

Fader ganhou o prêmio Gerson L’Chaim pelo seu extraordinário trabalho. Além do reconhecimento, ele recebeu 500 mil dólares. E já sabe o que fazer com o dinheiro. Vai criar um programa de treinamento para outros médicos, adicionar 48 novos leitos ao Hospital Kibuye Hope e melhorar o tratamento a pacientes com fraturas de membros inferiores -- necessidade crucial num país onde as viagens são feitas a pé. “Centenas de pessoas vão literalmente andar por causa deste prêmio” -- disse o cirurgião missionário.

Fader, que cresceu no Quênia, está no Burundi desde 2013. Além de cuidar de 25 mil pacientes por ano com sua equipe, ele treina médicos locais. “Jason faz cirurgias que ninguém fez antes no Burundi” -- disse sua colega médica Raquel McLaughlin. LD

 

“No More” imigrantes sem acolhimento

Ao final de 2015, o Brasil registrava uma população de mais de 8.500 refugiados reconhecidos pelo governo, provenientes de cerca de oitenta diferentes países. A cidade de Maringá, no norte do Paraná, com quase 400 mil habitantes, é um exemplo deste movimento. Nigerianos, cubanos, venezuelanos e, principalmente, haitianos estão chegando. Alguns são imigrantes; outros, refugiados. O desafio é acolhê-los integralmente. É o que o missionário venezuelano Erick Perez, de 30 anos, está fazendo. Em 2016, ele começou o projeto “No More” e hoje já se relaciona com cerca de trezentos imigrantes. Eles estudam a Bíblia e encontram soluções para os problemas de adaptação, para o suprimento de necessidades básicas e para a integração a igrejas locais. O “No More” também tem parceria com a universidade privada Unicesumar, com cursos de português e vagas de emprego. LD

 

Histórias de vida e fé para o povo suíço

Um projeto envolvendo narrativas e a imprensa periódica levou histórias inspiradoras de cristãos de diferentes faixas etárias, graus de escolaridade e condições sociais a 180 mil assinantes do jornal “Blick”, que, junto com o “Le Matin”, é um dos mais lidos na Suíça. Exemplares impressos do suplemento cristão “15 Minutos para a Fé” (“Viertelstunde zum Glauben”, nome original em alemão), edição de novembro de 2016, foram distribuídos gratuitamente junto com o jornal dando aos cidadãos suíços a oportunidade de saber sobre o amor de Deus. A iniciativa da Aliança Evangélica Suíça teve o propósito de comunicar o que significa crer no Deus da Bíblia por meio de histórias reais do dia a dia de cristãos comuns que compartilharam a sua fé. AG

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.