Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Capa

Esperança - A cruz é síntese da vida, não da morte

Na véspera do sepultamento de Elben César, ocorrido no dia 7 de outubro de 2016, uma grande cruz vazada foi desenhada com giz branco no piso da entrada da Igreja Presbiteriana de Viçosa, onde seu corpo foi velado. Em seu escritório há várias cruzes vazadas. Uma delas, feita de madeira e disposta em uma das estantes, o acompanhou nos 28 dias em que esteve internado no Hospital Madre Tereza, em Belo Horizonte,  e a pedido da filha e da neta que providenciaram o traslado do corpo para Viçosa -- foi fixada na tampa de sua urna funerária.

A cruz vazada sintetiza a importância que Elben dava à centralidade de Jesus crucificado e ressurreto e tudo o mais que disso decorre. A cruz aponta para a incapacidade de o ser humano salvar-se e de satisfazer a justiça de Deus. A morte do “Cristo imatável”, expressão que ele gostava de usar, aponta para a oferta voluntária para salvação do homem. A cruz esvaziada do corpo aponta para a ressurreição de Cristo, garantia da nossa ressureição.

As três pessoas da Trindade estão envolvidas no mistério da cruz. Elben repetia que a cruz é uma exigência e uma dádiva de Deus Pai. E que o principal papel do Espírito Santo é o de nos fazer lembrar de Jesus e nos convencer do pecado, da justiça e do juízo. Uma vez convencidos disso, o Espírito atesta em nossos corações que fomos perdoados de uma vez por todos. A cruz vazada é também motivo de louvor e adoração: ela anuncia a vitória completa de Jesus.

Os lavados pelo sangue do Cristo morto na cruz não têm outra escolha senão percorrer o caminho da santidade, do aprofundamento nas verdades bíblicas e da comunhão e unidade com outros lavados pelo mesmo sangue. E esta comunidade de doentes e pecadores resgatados tem o privilégio e a obrigação de anunciar Cristo e de viver antecipadamente os sinais do reino de Jesus.

Tudo isto é graça!

Esta era a mensagem central que Elben anunciava e vivia. No culto de gratidão por sua vida, a família testemunhou que o principal legado que ele deixa é a evidência do poder de Deus na vida de um homem frágil, “tão humano quanto todo mundo”, que diariamente incluía em suas orações: “Ó Deus, tem misericórdia de mim!”. Sua vida é testemunho de que ele foi alcançado pela graça.

Nas próximas páginas você encontrará uma seleção de textos de Elben César -- já publicados em Ultimato, em livro ou no portal Ultimato -- que refletem essas ênfases. Nesta seleção predominam os textos em versos, sobre os quais ele falava que foram escritos com mais emoção.

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.