Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Capa

Quando soar a última trombeta!


Não desperdiçamos apenas a comida, os bens e as oportunidades. Desperdiçamos também a graça de Deus. O desperdício na área religiosa é enorme. Temos desperdiçado a esperança cristã. Ora porque não conhecemos o tamanho da esperança, ora porque não acreditamos nela, ora porque simplesmente não nos apropriamos dela.

 

A Bíblia fala da ressurreição dos mortos e também da transformação dos vivos. São duas esperanças gêmeas de igual importância. Parece que a esperança da ressurreição do corpo é mais conhecida do que a esperança da transformação do corpo. Mas elas vão acontecer no mesmo dia. Paulo explica:

 

Nem todos vamos morrer, mas todos nós vamos ser transformados, num instante, num abrir e fechar de olhos, quando tocar a última trombeta. Ela tocará, os mortos serão ressuscitados como seres imortais, e todos nós seremos transformados. (1Co 15.51-52)

Tanto a transformação dos vivos como a ressurreição dos mortos serão a maior graça que a humanidade poderia desejar ou esperar. Tanto uma como a outra fazem parte daquela surpresa que parece impossível e “que jamais alguém pensou que podia acontecer” (1Co 2.9).

 

Os corpos dos vivos transformados serão iguais aos corpos dos mortos ressuscitados. Serão corpos gloriosos sem vestígio de alguma imperfeição. Eles serão novinhos em folha. Ficarão totalmente livres do pecado interior (a tal pecaminosidade latente, a propensão pecaminosa até então incurável) e da deterioração física e mental (portanto livres da morte). As marcas deixadas pela doença, pela idade avançada e pelas tragédias da vida anterior desaparecerão por completo.

 

Turia Pitt é uma australiana vítima de um incêndio florestal que queimou 65% do seu corpo. Ela está muito desfigurada, embora tenha sido uma modelo muito bonita. Além das marcas de queimadura do rosto aos pés, Turia teve de amputar os dedos da mão.

Estando em Cristo, qualquer pessoa deformada, assim como a nossa querida australiana e o nosso querido baiano Claúdio Vieira de Oliveira, que nasceu com a cabeça totalmente pendida para trás, não pode desperdiçar a esperança de um corpo novo, ou pela ressurreição dos mortos ou pela transformação dos vivos!

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.