Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — --

Por que alguns correm atrás da morte e não da vida?

Em todos os tempos e em todos os lugares foge-se da morte e não da vida. Mas, em algumas situações, deixa-se de fugir da morte para fugir da vida. Às vezes sofre-se mais por não se conseguir fugir da vida do que por não se conseguir fugir da morte. Para se fugir da vida é mais fácil: basta cometer suicídio.

 

Embora as muitas causas de atentar contra a vida sejam extremamente complexas, uma delas é fácil de entender, mas quase nunca mencionada. Quando a ilusão do secularismo, da apostasia, da permissividade, do amor ao dinheiro e da carnalidade acaba, e a pessoa se defronta com Deus, a preferência pela morte é muito maior do que a preferência pela vida.

 

Isso está registrado em pelo menos duas passagens da Bíblia. Na época de seu completo e insistente desligamento de Deus, os rebeldes de Israel preferiram “morrer em vez de continuar vivendo” (Jr 8.3). Escatologicamente falando, por ocasião do toque da quinta trombeta, “naqueles cinco meses [do terror apocalíptico] as pessoas procurarão a morte, mas não a encontrarão; vão querer morrer, mas a morte fugirá delas” (Ap 9.6).

 

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.