Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — --

Design

Douglas Lucas

 

Design é arte?

 

Observando as muitas (e antigas) discussões sobre o tema -- frequentes nas salas de aulas das universidades, nos escritórios ou em sites especializados --, é possível reunir características que evidenciam arte e design como coisas diferentes e ao mesmo tempo semelhantes.

 

A orientação principal para isso é entender que a diferença mais importante entre arte e design está em seus propósitos e objetivos.

 

O design é objetivo e tem propósitos definidos. É realizado segundo padrões, parte de uma necessidade e passa a mesma mensagem a todos. Está quase sempre associado a produto, indústria e tecnologia e é avaliado pela eficiência e resultados.

 

A arte é subjetiva e não se obriga à estética ou função. Não é sujeita a padrões de interpretação e passa mensagens diferentes a cada indivíduo. Sua produção é mais artesanal e pessoal e é avaliada segundo gostos e critérios pessoais.

 

O designer não é um artista. É um profissional capacitado para identificar, planejar e projetar algo para solucionar um “problema”, segundo padrões e modelos preexistentes. Atende a uma expectativa externa e se preocupa basicamente com a inovação, a estética e a funcionalidade do que produz.

 

O artista -- parece mais evidente -- não é um designer, pois seu trabalho não parte de parâmetros ou se preocupa com expectativas; é criado unicamente como forma de autoexpressão, contestação, para ser admirado e provocar reações diversas.

 

É certo que um artista pode ser também um designer e vice-versa (eu mesmo conheço alguns), transferindo, inclusive, habilidades e conhecimentos de uma área para outra. Porém, são funções e atividades absolutamente distintas em suas finalidades.

 

Pode-se dizer que o artista depende essencialmente do talento; o designer, mais da habilidade. Importante concluir, enfim, que um não é menos do que o outro, são apenas diferentes.

 

Segundo o designer Craig Elimeliah, há sutil diferença entre arte e design: “Não tenho a pretensão de ser um perito em definir o que é arte e o que não é, mas eu sei que, se olharmos para as diferenças entre arte e design, veremos uma linha muito tênue entre os dois. A um webdesigner se forem dadas as coordenadas exatas para posicionar diferentes pixels coloridos em lugares específicos, ele construirá um belo site de anúncios simplesmente seguindo as instruções; a maioria dos projetos de design tem um conjunto detalhado de instruções e o design é baseado em tendências e influências atuais. A um artista, por outro lado, nunca poderiam ser dadas quaisquer instruções específicas para a criação de uma nova obra, pois suas emoções e alma estão a ditar o movimento de suas mãos e os impulsos para o uso do meio. Nenhum diretor de arte vai gritar com um artista para produzir algo completamente original porque é isso que um artista faz”.

 

Douglas Lucas é designer gráfico especializado em capas de livros e diversas vezes ganhador do Prêmio Areté, nessa modalidade.


LEIA MAIS
Leia a entrevista com Douglas Lucas

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.