Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Novos Acordes

Novos Acordes

Carlinhos Veiga

 

30 anos do Brilhar

Nos anos 80, era realizado no Acampamento Boa Esperança, em Goiânia, um evento chamado Louvor. Ele reunia o que havia de melhor da música cristã brasileira da época. Por lá passaram Vencedores por Cristo, Grupo Logos, Sal da Terra, Rebanhão, MILAD, Expresso Luz, Jovens da Verdade, entre vários outros.

 

Porém, sem dúvida, um grupo despertou especial atenção nas vezes que por lá passou: era o ACTOS. Vindo de São Paulo, era formado na maioria por jovens da Igreja Presbiteriana Independente do Ipiranga e alguns de outras denominações.

 

Tinha uma estética e um som completamente diferentes para aquele tempo. Era formado por uma moçada que cantava vestida de batas indianas, chinelas de couro, cheia de adereços, num visual despojado, como o do movimento hippie da época. Cantavam ritmos brasileiros e latino-americanos com forte influência dos grupos Tarancón, Raíces de América, Boca Livre, entre outros. Privilegiavam os instrumentos acústicos, autóctones, a percussão e, especialmente, os vocais elaborados e dissonantes.

 

O ACTOS não durou muito tempo. Surgiu em 1981 e atuou por volta de quatro anos. Com o tempo se cansaram de seguir adiante, desmotivados por não ter um trabalho fonográfico para consolidar e registrar os anos de dedicação. Aos poucos pararam de se apresentar.

 

Mesmo assim, alguns integrantes insistiram nos ensaios e nas composições. Foi quando Vavá Rodrigues, um dos iniciadores do ACTOS e compositor da maioria das canções, decidiu gravar um disco registrando parte do repertório produzido nos anos de vida do grupo. Só que, em cada encontro para recordar os arranjos passados, novas canções surgiam, pérolas como “Dia da vitória”, “Irá me guiar”, “Pare um momento”, “O que dizer?”. Quando viram, tinham outro repertório inédito em mãos. O disco se chamou “Brilhar”, e foi gravado por integrantes do ACTOS, juntamente com Cíntia e Silvia, acompanhados pelo instrumental do grupo Aloés, que fazia música de primeira linha na época. Deram a esse ajuntamento sonoro o nome de Vavá e Amigos.

 

O álbum, depois de ficar no estaleiro por um tempo, foi lançado em abril de 1985 pela gravadora Bom Pastor. Teve uma excelente distribuição e ganhou espaços nas rádios evangélicas de todo o país. É um disco que ainda hoje figura entre os melhores trabalhos de música evangélica já gravados no Brasil. O grupo nunca se apresentou desde então, nem mesmo num show de lançamento. A matriz do LP não existe mais. Foi destruída num incêndio ocorrido nos anos 90, no galpão da Bom Pastor.

 

Apesar de tudo isso, é impossível apagar a memória de um trabalho que impactou a música cristã brasileira, oferecendo alternativas para as novas gerações.

 

OUÇA E LEIA MAIS
- Ouça o álbum “Brilhar” completo
- Entrevista com Vavá Rodrigues (no blog do Carlinhos)

 

Tauató | Grupo Tauató

Para quem não sabe, tauató é um tipo de gavião brasileiro, uma espécime rara, encontrada especialmente na Amazônia brasileira. Essa ave foi a inspiração para dar nome e característica a um grupo de amigos que se reuniu para fazer música. Queriam algo brasileiro, raro e belo. O início foi despretensioso. Ensaiaram a apresentaram a cantata “Eram Doze”, originalmente produzida pela Igreja Batista do Morumbi. Foi um sucesso. A partir daí os convites não pararam de chegar. Isso os levou a preparar uma segunda cantata, “A Voz dos Profetas”, de Arlindo Lima. O trabalho deu tão certo que lançaram o primeiro CD. No repertório, além de canções das cantatas referidas, músicas autorais e poesia. A proposta musical é bem acústica, repleta de vocais e melodias sonoras. Contatos pelo Facebook.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.