Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Mais do que notícias

Todo cuidado é pouco com a síndrome pós-poder

Há quinze anos certo pastor batista brasileiro não pastoreia igreja alguma. Ele não morreu, não está entrevado numa cadeira de rodas, não está com Alzheimer nem foi afastado do ministério por ter cometido algum escândalo. O que aconteceu com João Falcão Sobrinho vai acontecer com cada vez mais frequência, por estarmos gozando de uma longevidade maior. Depois de pastorear diversas igrejas por cinquenta anos e de lecionar evangelismo e administração eclesiástica por 34 anos, João Falcão achou por bem renunciar o pastorado. Desde então, esforça-se para vencer com tranquilidade aquilo que ele chama, acertadamente, de “síndrome pós-poder”. Nesse período, escreveu nove livros, além de pregar aqui e ali de vez em quando. Hoje, ele e a esposa são membros de uma igreja batista pastoreada pelo próprio filho, isto é, o pai é ovelha do filho. Essa vitória sobre a tal síndrome permite que ele dê alguns conselhos aos pastores a caminho da jubilação:

1. Prepare-se para a sua saída com dignidade e honra.

2. Cuide da sua saúde física, mental e emocional para, depois de deixar o ministério, poder continuar cantando o hino que diz: “Um canto modesto eu quero encontrar / Na seara do meu bom Senhor / Enquanto eu for vivo eu vou trabalhar / Em prova do meu grande amor”.

3. Não fique sonhando com uma rede presa a dois coqueiros, numa boa sombra. Deus tem algo para você fazer aproveitando a sabedoria e a experiência que ganhou no pastorado.

4. Não espere para fazer um novo projeto de vida após a sua jubilação ministerial. Comece a pensar nisso agora com sua família, enquanto está ativo na causa. Há muito para fazer no reino de Deus fora do púlpito. E não deixe que outros tomem essa decisão por você.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.