Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Pergunte ao Ari

Pergunte ao Ari

“Com base em quê os pastores declaram que são ungidos?”

Marcos Moura

Em Lucas 4.16-21, lemos que Jesus, na sinagoga em Nazaré, leu Isaías 61.1-3 e disse que ele era o ungido descrito no texto.
 
No Antigo Testamento ungia-se rei, profeta e sacerdote, e houve a unção de Bezalel como o construtor do tabernáculo (Êx 31.2; 35.30).
 
Jesus encerra em si as três principais unções e a de construtor do templo, pois disse: “[...] eu edificarei a minha igreja” (Mt 16.18).
 
As unções de rei (Ap 5.5; Mt 1.1; Lc 1.32; Rm 1.3), sacerdote (Hb 10.21) e profeta (Hb 1.1-2) o anunciavam como o libertador. Assim como ele era o sacrifício definitivo (Jo 1.29; Hb 5.10), ele é o oficiador e o sacrifício (Hb 10.12) e o edificador do santuário santo, dedicado ao Senhor, que é a Igreja (Ef 2.20-22).
 
Os de Cristo estão sob essa unção que tudo abrange (1Jo 2.20; 27). Todos os cristãos são igualmente ungidos, sem destaques, uma vez que todos somos sacerdotes (Ap 5.10).
 
No Novo Testamento temos governo, que é dos presbíteros ordenados (At 14.23); dons e ministérios distribuídos pelo Espírito Santo (Ef 4.3-12; Rm 12.3-8; 1Co 12.1-11); imposição de mãos com a transmissão de dons (1Tm 4.14); unção (2Co 1.21); e graça (Rm 1.5; 12.3; Ef 4.7) para o cumprimento de cada vocação. Não há privilégios, porque Deus é pai de todos, está em todos e age por meio de todos (Ef 4.6); não há hierarquia, porque nos sujeitamos uns aos outros por temor ao Senhor (Ef 5.21).
 
Ser pastor é um dos serviços prestados por pessoas que o Espírito Santo dá à Igreja para sua edificação, ao lado do mestre, do apóstolo, do profeta e do evangelista (Ef 4.11).

 
 
“Como diferenciar uma igreja relevante de uma igreja ativista e uma igreja relevante de uma igreja que é simplesmente grande e quer ser importante em sua comunidade?”

Ana Cláudia Nunes
 
Uma igreja relevante é uma igreja que colabora para a transformação da sociedade na qual está inserida. Não é uma igreja que, por exemplo, está cheia de visitações de políticos em época de candidatura, ou cujo pastor é convidado para participar de eventos importantes da cidade por ser um potencial cabo eleitoral. Nem é uma igreja que aparece porque o pastor é uma pessoa importante, que casou gente importante da cidade e, então, é citado. Isso não é uma igreja relevante, mas uma igreja socialite. Uma igreja relevante é uma igreja que se ocupa com o pobre, com a questão da justiça e da transformação social. Enfim, é uma igreja que assume a angústia dos que estão à sua volta e se vê como resposta de Deus ao povo, assim como Jesus, que, na primeira multiplicação dos pães, curou todos os doentes, por se ver como a resposta de Deus ao clamor daquele povo. Uma igreja relevante colabora para a promoção da igualdade.
 
• Ariovaldo Ramos é escritor e conferencista. É presidente da Visão Mundial no Brasil e pastor na Comunidade Cristã Reformada, em São Paulo, SP.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.