Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Carta ao leitor

A mensagem do evangelho é um ultimato e não um acordo!

Desperdiçamos dinheiro, forças, oportunidades, tempo, dons e outras coisas. Porém, depois do desperdício da salvação, o maior desperdício é o da oração. Está registrado em Isaías: “Eu estava pronto para atender o meu povo, mas eles não pediram a minha ajuda; estava pronto para ser achado, mas eles não me procuraram. A um povo que não orou a mim, eu disse: ‘Estou aqui! Estou aqui!’” (Is 65.1). Para tentar diminuir esse desperdício, a matéria de capa desta edição é sobre oração.

Naturalmente, o povo evangélico brasileiro ainda está traumatizado com a morte violenta do bispo anglicano Robinson Cavalcanti, o mais antigo colaborador de Ultimato, e de sua esposa, Miriam Cavalcanti, no último domingo de fevereiro. Lamentamos juntos. E, nas páginas até então sempre reservadas ao Robinson, Marcos Bontempo, que o convidou para ser colunista da revista em 1985, apresenta uma amostra dos quase trezentos registros do livro de visitas do Memorial Robinson Cavalcanti. Três colunistas também lembram a importância do bispo de Recife, PE. Paul Freston adia para a próxima edição a segunda parte do artigo “A primavera árabe e os cristãos” e reflete sobre os porquês da morte e o papel do filho. Ricardo Barbosa de Sousa sente-se obrigado a pensar na figura de Robinson como o crítico da igreja que “nunca deixou de amá-la e servi-la”. E, em sua coluna, Valdir Steuernagel faz uma edificante relação entre a morte de Samuel (o filho do desabafo de Ana) e a morte do bispo.
 
Na coluna “Cotidiano”, Ed René Kivitz responde a duas perguntas intrigantes: a primeira sobre o “arrependimento” de Deus e a segunda sobre a célebre tensão entre o “já”e o “ainda não”.
 
O leitor encontra também o painel O ultimato da terra — a Igreja e o que (+) a Rio+20 deveria tratar.
 
O pastor Eude da Rocha, de Bauru, SP, nos enviou a seguinte frase de A. W. Tozer: “Não somos diplomatas, mas profetas, e nossa mensagem não é um acordo, mas um ‘ultimato’”.

Elben César

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.