Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Capa

Jesus no “Livro das Coisas Melhores”

A Epístola aos Hebreus, escrita antes da destruição de Jerusalém, no ano 70, é endereçada não a uma igreja ou a uma pessoa, mas “aos hebreus”, cristãos de origem judaica da diáspora.
 
Foi escrita por alguém que conhecia bem o Antigo Testamento, talvez Paulo, Barnabé ou Apolo. Outros nomes cotados seriam Lucas, Priscila, Silas e Epafras.
 
Essa epístola, a terceira maior das 21 epístolas (junto com a de 2 Coríntios), “podia ser chamada o ‘Livro das Coisas Melhores’, visto que as duas palavras gregas traduzidas por ‘melhor’ e ‘superior’ ocorrem quinze vezes na carta”.1 Fala-se em uma melhor aliança, em um melhor santuário e em um melhor sacrifício.
 
O tema é a total supremacia e suficiência de Cristo. O autor tinha em vista dois sérios perigos: o retorno dos hebreus ao judaísmo ou a tentativa deles de judaizarem o evangelho. O capítulo mais conhecido (talvez o único) é o capítulo onze, que enumera os heróis da fé.
Logo no início, no primeiro capítulo, há algumas referências à proeminência de Jesus. A NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje) chama-o de Filho por sete vezes.
 
Jesus é o porta-voz de Deus: “Antigamente, por meio dos profetas, Deus falou muitas vezes e de muitas maneiras aos nossos antepassados, mas nestes últimos tempos ele nos falou por meio do seu Filho” (v. 2).
 
Jesus é o dono de tudo: “Foi ele quem Deus escolheu para possuir todas as coisas” (v. 2 ).
 
Jesus é o criador do universo: “Foi por meio dele que Deus criou o universo” (v. 2).
 
Jesus é o próprio Deus: “O Filho é a perfeita semelhança do próprio Deus” [a expressão exata de seu ser] (v. 3).
 
Jesus é o sustentador de tudo: “Ele sustenta o universo com a sua palavra poderosa” (v. 3).
 
Jesus é o purificador do pecado: “Depois de ter purificado os seres humanos de seus pecados, sentou-se no céu, do lado direito de Deus, o Todo-poderoso” (v. 3).
 
Jesus é superior aos anjos: “Deus fez com que o Filho fosse superior aos anjos e lhe deu um nome que é superior ao nome deles” (v. 4).
 
Jesus é o enviado de Deus: “Quando Deus enviou ao mundo o seu primeiro Filho, ele disse: ‘Que todos os anjos o adorem’” (v. 6).
 
Jesus é o soberano Senhor: “Sente-se do meu lado direito, até que eu ponha os seus inimigos como estrado dos seus pés” (v. 13).
 
Nota
1. Bíblia de Estudo NVI

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.