Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Capa

Jesus -- um megalomaníaco?

Os religiosos que querem aparecer e se autoprojetar devem se expor, viajar para onde estão os aglomerados humanos e participar de festas religiosas, celebrações de cultos e eventos especiais. Precisam chamar atenção por meio dos milagres espalhafatosos (como o de jogar-se do pináculo do templo) e de discursos inflamados. Esse de fato é o caminho mais curto e mais garantido para quem quer ser conhecido, atrair multidões e fascinar todo o mundo.
 
Porque pensavam assim, os irmãos de Jesus disseram a ele nas vésperas da festa da Páscoa em Jerusalém: “Quem quer ter fama não faz nada às escondidas (Jo 7.3, EP), e em seguida completaram: “Vá aonde mais gente possa ver os seus milagres” (Jo 7.4, BV).
 
A essa altura, Jesus já havia transformado 480 litros de água em vinho, colocado em pé o paralítico de Betesda, multiplicado pães e peixes e andado sobre as águas.
 
Porque ainda não criam na divindade dele, seus irmãos entendiam que o primogênito de Maria “queria aparecer”. Contudo, imediatamente depois da ressurreição de Jesus, eles se converteram e mudaram por completo o modo de pensar a respeito dele (At 1.14). Um deles, Tiago, provavelmente o mais velho, teve o privilégio de ser uma das poucas pessoas a ver, a sós, o ressuscitado (1Co 15.7).

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.