Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Notícias

Pesquisa revela luta de missionários contra pecados sexuais
“Sinto-me derrotado na tentativa de viver uma vida sexualmente pura.” “Eu luto contra a pornografia, fantasia e/ou masturbação.” Estas são algumas das oitenta questões sobre pureza sexual apresentadas pelo pastor Paul Sinclair a 617 missionários evangélicos norte-americanos e canadenses, do sexo masculino, obreiros de cinco agências missionárias transculturais. A pesquisa revelou que mais de 35% dos entrevistados admitem ou tendem a admitir que sofrem derrotas na área de pureza sexual; 56% afirmaram que foram expostos a pornografia ainda crianças; 36% fazem uso de comportamentos sexuais impuros para aliviar o estresse.

O questionário fez parte da tese de doutorado em ministério de Paul Sinclair pela Columbia Biblical Seminary and School of Missions da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos. Ele, que foi missionário em Mali, na África, durante nove anos, afirma que os pecados sexuais são um problema real entre os missionários que saíram de seus países de origem. “Muitos vivem uma vida sexual desconectada dos outros papéis que assumem em seus ministérios e famílias. Com isso, o pecado sexual se torna uma válvula de escape para sentimentos negativos como solidão e situações de forte estresse”. Para Sinclair, o caminho da restauração passa pela construção de uma intimidade verdadeira e integrada. Para isso, é preciso confiar na graça de Deus, ser honesto consigo mesmo, ter companheiros de cura e colocar em prática disciplinas espirituais como oração, leitura e meditação bíblicas, jejum, solitude e silêncio.

Sociólogo desvenda início das Assembleias de Deus
Com um olhar sociológico, mas, ao mesmo tempo, com a experiência de quem integra há décadas uma comunidade pentecostal, Gedeon Alencar, doutorando em ciências da religião pela PUC, lança o livro “Assembleia de Deus -- origem, implantação e militância” (1911-1946), pela Arte Editorial.

Comparando registros históricos e conceitos sociológicos, Alencar resgata os primórdios da maior denominação evangélica brasileira (32%, PUC/2003), com suas fortes ações evangelísticas, mas também com seus naturais conflitos de liderança, que moldaram o rosto atual da denominação. No capítulo 3, o livro trata da institucionalização da igreja, revelando o embate ocorrido entre a Assembleia de Deus norte-americana e a brasileira (de origem sueca).

A Assembleia de Deus no Brasil teve início em Belém do Pará, no dia 11 de junho de 1911. Para comemorar os cem anos, a igreja planeja para 2011 uma série de eventos e projetos na cidade, entre eles um culto no estádio de futebol Mangueirão e a inauguração do Centro Histórico Nacional da Assembleia de Deus no Brasil.

Jocum completa 50 anos e traz fundadores ao Brasil
A missão internacional e interdenominacional Jovens com uma Missão (Jocum) está completando 50 anos de existência. Com uma forte ênfase em evangelismo e treinamento missionário de jovens, a Jocum ficou conhecida por sua disposição em abrir frentes de trabalho ao redor do mundo.

O trabalho começou em 1960 com o jovem casal norte-americano Loren e Darlene Cunningham, em um hotel desativado nos Alpes Suíços. Hoje, a missão está presente em mais de 175 países, com mil bases de trabalho e quase 17 mil obreiros em tempo integral. No Brasil, a Jocum começou em 1975 e conta com o segundo maior número de obreiros no mundo (1.300), conhecidos aqui como “jocumeiros”. Entre as áreas de atuação, estão evangelismo, saúde, educação, tradução da Bíblia e cuidado de crianças em situação de risco.

O casal fundador da Jocum esteve no Brasil em agosto e participou das comemorações do Jubileu de Ouro em Curitiba, PR, e Recife, PE.

Comitê de Evangelização abre diálogo global pela internet
O Comitê Lausanne para Evangelização Mundial abriu um espaço na internet para diálogos sobre os principais desafios da missão cristã contemporânea. Todos podem participar. Chama-se Conversa Global Lausanne (CGL), e o site é www.conversation.lausanne.org.

A ferramenta, com tecnologia semelhante à das redes socais, enfatiza reflexões sobre as questões atuais e o papel da Igreja no mundo. Já é possível iniciar conversas em, pelo menos, oito idiomas, inclusive o português.

O diálogo global está sendo considerado um importante recurso para o 3º Congresso Lausanne sobre Evangelização Mundial Cape Town 2010 (Lausanne III), na África do Sul. Durante o congresso, vídeos de cada sessão serão divulgados dentro da CGL, permitindo que cristãos de todo o mundo comentem ou respondam, o que, consequentemente, irá influenciar o evento. O congresso, que será realizado em colaboração com a Aliança Evangélica Mundial, reunirá 4 mil líderes de mais de duzentos países, de 16 a 25 de outubro de 2010. Cerca de noventa brasileiros estarão presentes.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.