Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Exclusivo Online — Até onde posso ir com meu namoro?

Até onde posso ir com meu namoro?

Jeverton Magrão Ledo

Nessa edição de Ultimato a seção “Altos papos” dá um destaque especial a questão da sexualidade. Tendo acesso aos outros artigos, me senti motivado a deixar minha contribuição sobre essa temática. Em meus anos de caminhada, já conversei com muitos jovens e adolescentes sobre esse assunto que sempre gera muitos questionamentos. Em alguns desses encontros, fui indagado com perguntas como: “Posso ficar?” “Existe uma pessoa certa?”. E uma das que mais me intriga e que acredito que também te intrigue: “Até onde posso ir com meu namoro?”.

Em 1 Tessalonicenses 4.1-8 o apóstolo Paulo nos ensina de maneira enfática sobre o relacionamento com o outro, e esses ensinos devem ser praticados logo na primeira fase do relacionamento. Você está namorando? Está interessado em alguém? Em qualquer fase que você se encontra, precisa aprender qual o limite em seu namoro. Não pretendo fechar a questão, mas quero levá-lo a refletir sobre a exortação de Paulo: “Não defraude”.

Intimidade sexual no namoro nos acarreta uma culpa que pode ter efeitos negativos no casamento. Devemos tomar cuidado em nosso relacionamento físico, pois podemos defraudar nosso irmão.

Defraudar significa tirar vantagem sobre o outro ou usá-lo como se fosse sua propriedade.

Você defrauda ao despertar desejos no outro que não podem ser satisfeitos dentro da vontade de Deus. Ou quando usa aquele velho truque do olhar sensual ou da roupa que mostra mais do que esconde.

Vivemos uma sexualidade exagerada e fora de controle. As igrejas precisam lidar com esse assunto de forma clara e com embasamento para que nossos adolescentes e jovens cultivem relacionamentos saudáveis. Existe uma receita para namorar? Existem regras para as carícias?

Pense nisso! Cada pessoa responde de maneira diferente. Deus nos dá o princípio: não defraude. Porém, como saber se estou defraudando? Comunicação. O assunto é extenso e exige reflexão continua. Comunicar-se com seu namorado ou namorada faz toda diferença na construção de um relacionamento que produzirá amadurecimento e bons frutos.


• Jeverton Magrão Ledo
é autor de “Minha Escolha Profissional -- o que Deus tem a ver com isso?” (Editora Vida). jeverton.ledo@gmail.com

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.