Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Capa

O avivamento-mor

O maior avivamento na história do cristianismo sem dúvida foi o que aconteceu na Europa no início do século 16. Foi um movimento poderoso do Espírito, tão sério, abrangente, concomitante, espontâneo e duradouro que se tornou conhecido não como avivamento esporádico, mas como Reforma Religiosa. Depois de mais de 300 anos de escuridão e desvios éticos e doutrinários, o movimento provocou a redescoberta da autoridade da Escritura Sagrada (o “sola Scriptura” -- somente a Escritura), a redescoberta de Jesus Cristo (o “Solo Christus” -- somente Cristo), a redescoberta da graça (o “Sola Gratia” -- somente a graça) e a redescoberta da fé salvadora (o “Sola Fide” -- somente a fé).

Intensamente desejado por muita gente durante muito tempo, esse avivamento-mor custou a acontecer. No entanto, seus resultados permanecem até hoje.

O tema do avivamento foi matéria de capa da edição de setembro-outubro de 2000 da revista Ultimato, e a edição de outubro-dezembro da revista “Mosaico”, publicada pela Faculdade de Teologia da Igreja Metodista (editeo@metodista.br), também aborda o assunto. O texto “Creio em Avivamento”, de Augustus Nicodemus Lopes, pode ser encontrado em tempora-mores.blogspot.com.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.