Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Mais do que notícias

Passado vergonhoso

Qual a nação que não tem um passado (e um presente) vergonhoso? O Brasil é uma delas. Quem outra vez toca nessa ferida é o professor Fábio Konder Comparato, autor de “Ética -- Direito, Moral e Religião no Mundo Moderno”: “Desde o início da colonização e até hoje, múltiplas etnias indígenas foram vítimas de genocídio e de desculturação forçada. Durante quase quatro séculos, a escravatura legal de africanos e afrodescendentes destruiu e aviltou milhões de seres humanos, deformando os nossos costumes e a nossa mentalidade”.

Há, porém, crimes mais recentes, cujas vítimas ainda vivem e contra os quais o professor Fábio levanta a voz, lamentando que boa parte da população, especialmente os jovens, não tem conhecimento desse fato. Ele se refere aos “horrores do regime militar”. Além da ignorância, muitos se desculpam com frases deste tipo: “não tenho nada a ver com isso” ou “vamos nos ocupar do futuro do país, não de fatos pretéritos”.
O professor aposentado da USP tem toda razão quando afirma que “um dos aspectos menos louváveis do caráter nacional é a leviana facilidade com que nos dispensamos de ajustar contas com o passado” (“Folha de São Paulo”, 19/09/08, p. A3).

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.