Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Ação mais que social

Klênia Fassoni e D. César

“A terra estava corrompida aos olhos de Deus e cheia de violência” e isto “lhe cortou o coração” (Gn 6.11, 6)

Programa rastreia ações humanitárias do ACNUR
O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), em parceria com a empresa de tecnologia Google, lançou em abril de 2008 um aditivo para o programa Google Earth que permite rastrear as ações humanitárias do ACNUR ao redor do mundo. Inicialmente estão divulgadas apenas as ações relacionadas a Darfur (Chade), Iraque e Colômbia. Quem quiser saber mais sobre essas ações pode acompanhá-las em mapas de escala grande, visualizar vídeos, imagens e notícias dos locais. É possível também ser praticamente levado para dentro de um campo de refugiados, acessando fotos via satélite de alta qualidade, e observar os pontos de coleta de água, as escolas, os dormitórios etc., um por um.

O número de refugiados sob a responsabilidade do ACNUR cresceu 15% de 2006 para 2007. O número global de pessoas afetadas pelo deslocamento devido a conflitos internos cresceu de 24,4 para 26 milhões, sendo que o ACNUR provê proteção ou assistência direta ou indireta para 13,7 milhões deles. O drama dos refugiados e deslocados tem sido alvo também das ações de organizações cristãs de ajuda e desenvolvimento.

• Para baixar o Google Earth: earth.google.com/download-earth.html
• Módulo para visualizar as ações do ACNUR: www.unhcr.org/googleearth/UNHCR_Google_Project.kml


Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 60 anos
Em 1948 foi proclamada a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Em todo o mundo, haverá milhares de eventos e campanhas para celebrar os seus 60 anos. Segundo a ONU, a Declaração é o documento mais traduzido do mundo.

Leia também: Cristãos evangélicos e os 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos


Ministério da Justiça faz reparação a treze religiosos*
Em 26 de setembro deste ano, a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça do Brasil decidiu reparar, indenizar e pedir desculpas a treze religiosos ou pessoas ligadas a instituições eclesiais que sofreram perseguição política, foram presas e torturadas durante o período de exceção no Brasil. Entre os anistiados estão os pastores Frederick Birten Morris, Alanis Cardoso e Peter McCarthy, Eliana Rolemberg e Dom Marcelo Carvalheira. Na ocasião o ministro interino da justiça, Luiz Paulo Barreto, reconheceu o papel da igreja (católica, anglicana ou evangélica) na proteção às pessoas perseguidas durante o período de exceção no Brasil: “Muitos não tinham para onde ir e buscavam abrigo nos templos”. Segundo o presidente da Comissão de Anistia, Paulo Abrão, “as igrejas sempre foram espaço de proteção aos injustiçados e perseguidos”.

Nota
* Adaptado de “Comissão de anistia indeniza religiosos que foram torturados”, da Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação -- www.alcnoticias.org


De zero para 1 milhão -- uma breve história do evangelho no Nepal
Há sessenta anos não havia presença cristã reconhecida no Nepal. Em 1952, o rei hindu convidou profissionais para irem, trabalharem e contribuírem com o desenvolvimento do seu país em cinco áreas: educação, saúde, desenvolvimento comunitário, engenharia e ciência florestal. O rei foi muito claro em suas expectativas: os profissionais deveriam trabalhar em suas diferentes áreas, mas eram proibidos de qualquer atividade de proselitismo. Como algumas outras organizações, a Interserve (www.cem.org.br/interserve.is.asp) passou pela porta aberta e enviou profissionais missionários para o Nepal. Qual a situação da igreja nepalesa hoje? De zero passou para mais de 1 milhão de cristãos. Como isso foi possível? Não existe no mundo lei que proíba alguém de fazer amizades, de ser um profissional do modo como Jesus seria e de responder a perguntas sobre sua própria fé. Com o testemunho de vida daqueles profissionais, o evangelho penetrou a cultura e se estabeleceu. Nasceu uma igreja nacional -- não estereotipada no padrão ocidental.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.