Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias — Mais do que notícias

Lula em 1994: "o governo tem que ser honesto”
Nos dias 9 e 10 de agosto de 1994, no Hotel Glória, no Rio de Janeiro, a Associação Evangélica do Brasil (AEVB), sob a presidência de Caio Fábio D’Araújo Filho, promoveu um diálogo com os quatro então candidatos à presidência da República: Fernando Henrique Cardoso, Orestes Quércia, Leonel de Moura Brizola e Luís Inácio Lula da Silva. Embora convidados com dois meses de antecedência, os dois primeiros não puderam comparecer. Na ocasião, Brizola e Lula responderam a perguntas pré-estabelecidas (comuns a todos os candidatos), perguntas específicas e individuais, e perguntas gerais (formuladas por pessoas presentes ao evento). Ultimato registrou todo o processo numa reportagem publicada em setembro de 1994 (p. 17) sob o título: Diálogo evangélico brasileiro — um baú de surpresas.

Transcrevemos aqui alguns dos pronunciamentos de Lula, que não conseguiu se eleger nem nas eleições daquele ano nem nas de 1999:

“Agradeço do fundo do coração a oportunidade de participar deste Fórum Cristão. Espero que a gente se encontre outras vezes, antes, durante e depois das eleições, para continuar o debate. Precisamos adquirir o hábito de debater muito. Para mim, cada debate desse é uma pequena aula que eu estou tendo.”

“Tenho 48 anos. Sonho inclusive em dar aos milhões de brasileiros pobres a oportunidade que eu não tive. Uma coisa que eu tenho certeza que é possível fazer nesse país, é resolver o problema da educação, principalmente do ensino básico. É no ensino básico que você garante a mesma oportunidade para todos os seres humanos. Assim é possível sonhar que o filho da empregada doméstica possa disputar a mesma vaga na universidade com o filho da patroa de sua mãe.”

“Não tenho vergonha de dizer que em 1994 estou mais preparado que em 1989, e que em 1999 talvez esteja mais preparado que em 1994. O tempo serve exatamente para a gente ficar mais calejado.”

“Tenho fé em Deus que a gente pode mudar esse país. O governo tem que ser honesto e dar oportunidade ao povo.”

“Quando o BNH começou, as casas eram de 80 metros quadrados e o terreno de 200. Agora, os terrenos são de 80 metros quadrados e as casas de 26. O marido entra, a mulher sai. Bota o guarda-roupa, tira a cama. Enfia a geladeira, retira o fogão. É assim! [...] Temos que criar condições para ter uma verba própria para habitação e criar condições para o cidadão construir sua casa própria. [...] Se não fizermos isto, não tem conserto para este país.”

“Fortaleza é a segunda cidade do Brasil em número de carros importados. Entretanto em cada esquina há 30 ou 40 meninas vendendo seu corpo em troca de um prato de comida. Precisamos colocar o coração um pouco na frente dos números para a gente fazer política econômica no Brasil.”

“Se for para gastar dois, três ou quatro bilhões de reais para resolver o problema da seca no Nordeste, vamos ter que arrumar este dinheiro. A seca tem que acabar. Ela não começou hoje. Começou em 1500 e pouco.”

“Hoje no Brasil, coitado de quem vai preso! Ao invés de sair recuperado, ele sai da cadeia mais bandido do que entrou.”

“Enquanto cristão e pai de família, sou contra o aborto, até porque não conheço uma mulher que tenha feito o aborto por gostar dele. Sou contra o casamento de homossexuais. Mas sou a favor de eles decidirem a forma como querem viver e não é problema meu me meter.”

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.