Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Seções — Especial

Estamos cansados!

O artigo Estou cansado!, do pastor Ricardo Gondim, publicado na edição anterior, abriu a porta para muitos desabafos de nossos leitores. É bem possível que esses derramamentos de tristeza interior provoquem confissões pessoais e coletivas, coragem para rever e mudar muita coisa questionável e uma dose muito grande de humildade. Se esses extravasamentos e outros que não foram publicados e nem sequer postos numa folha de papel gerarem em nós uma séria renovação do temor do Senhor, então poderemos ter esperança de um verdadeiro reavivamento.

Mas se o cansaço parar no cansaço, e nele permanecer, as coisas se complicam. O cansaço mesmo, no sentido em que está sendo abordado, é uma experiência humana. Até o extraordinário profeta Jeremias o provou: “Estou exausto de tanto gemer, e não encontro descanso” (Jr 45.3). Todavia, não se pode esquecer que Deus “fortalece o cansado e dá grande vigor ao que está sem forças” (Is 40.29). O Senhor Jesus ainda insiste: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso” (Mt 11.28).

O cansaço pode se tornar uma perigosa tentação. Duas vezes o apóstolo Paulo proíbe o cansaço da prática do bem: “Não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos” (Gl 6.9; 2 Ts 3.13). Para vencer a tentação do cansaço é preciso ter os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé, pois “Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus”. O escritor da Epístola aos Hebreus proclama que é necessário pensar em Jesus “para que vocês não se cansem nem desanimem” (Hb 12.1-3).



Leia a seguir alguns desabafos que a redação e o autor do artigo receberam:

Tenho dez anos de convertida. Formei-me em teologia em 2002. Em maio do ano passado fui ordenada pastora [...]. Eu também estou muito cansada com o mundo evangélico. Tenho chorado muito e passado por desertos. Só Deus tem conseguido fazer com que eu continue na sua obra. O que tenho visto recentemente é uma grande briga pelo poder dentro das igrejas [...]. Tenho visto nos púlpitos das nossas igrejas um discurso diferente dos tempos de Pedro, Paulo e João. Líderes dando migalhas ao povo em vez de pão. Líderes falando de teologia, psicologia, filosofia e de quantas “gias” mais, menos do Homem maravilhoso e simples que é Jesus de Nazaré. São pregações repetitivas, enfadonhas e cansativas.
Pra. Wilma Lopes Fernandes de Almeida
João Pessoa, PB




Eu também estou cansado de todos os absurdos pseudoteológicos que invadiram a igreja nesses últimos anos. Fico feliz em saber que não estamos sozinhos, nem quando estamos cansados!
Marco Antonio Afonso (Marcão – Banda Fruto Sagrado)
Niterói, RJ




Acabei de ler o texto Estou cansado! e me pergunto como não fui eu que o fiz... Ele deve se tornar o manifesto daqueles que também estão cansados deste “gospel mercantilista”. Assim como eu creio que muitos cristãos assinarão embaixo deste texto.
Elaine Machado



Confesso-me cansado também, inclusive por não poder explicar para minha filha de 15 anos a diferença entre os amigos “crentes” e os “não-crentes”. A realidade dentro da “igreja” está mostrando que não existe diferença.
Gloecir Bianco
Curitiba, PR




Há muito que me sinto cansado deste evangelho água-com-açúcar pregado pelos radioevangelistas e televangelistas (não generalizo) que descobriram como angariar popularidade, fazer dinheiro e enriquecer, mas não sabem produzir discípulos de Cristo. Há muito me sinto fatigado com a falta de pudor de “pastores” que tiram a lã das ovelhas, deixando-as cada vez mais pobres e desnutridas tanto intelectual, social e, o mais importante, espiritualmente. Há muito me sinto enojado com o jeito marqueteiro de se vender a Palavra em benefício próprio, oferecendo aquilo que Deus nunca prometeu a ninguém. Estou desencantado em minha denominação, onde se aplaudem o doutor e o mestre, em detrimento do pastor que sepulta um irmão pela manhã, faz um casamento à tarde e prega no culto à noite; em detrimento do pastor que entra na favela e no hospital. Há doutores cheios de teologia, mas desprovidos de vida piedosa [...]. Estou igualmente cansado, mas esperançoso de que cheguemos do outro lado da montanha e vejamos o vale do avivamento, que faz surgir gente com vontade de fazer a vontade de Deus sem os títulos enganosos de apóstolos e bispos.
Mauro Sergio Aiello
Santo André, SP




Hoje pela manhã fiquei pensando em como poderia continuar cristão sem ser evangélico. Estou muito cansado! De repente li o artigo Estou cansado! Era tudo o de que precisava. É bom saber que não estou só e que minhas angústias e questões sobre o mundo evangélico também são as de outros irmãos.
Marcelo Gualberto (MPC do Brasil)
Belo Horizonte, MG




Cansei do silêncio de nossos líderes com respeito a safadezas políticas dentro da igreja. Cansei do silêncio com respeito a outras igrejas que pregam um evangelho totalmente místico e centrado no eu. Cansei...
Arieuston Gomes
Campina Grande, PB




Nós, do Seminário Teológico PETA, de Campinas, associado à Igreja da Irmandade, assinamos embaixo do texto Estou cansado! O artigo foi lido e discutido em sala de aula, recebendo aprovação unânime.
Um Reverendo
São Paulo, SP




Para ser sincero, li o texto Estou cansado! e não gostei. Mas, para ser mais sincero, acho que estou como o autor. Redescobri que Deus é bom, misericordioso, paciente e que a pupila dos olhos dele sou eu e, não, o meu ministério.
Frederico Alves Nascimento
Uberlândia, MG




Acho que me cansei, e no meu cansaço descansei... [...]. Nada se pode esperar de nós que lemos a Bíblia como um gibi, a usamos como amuleto, aplicamos nossos dízimos na corretora celestial e do seu administrador (Jeová) cobramos bons dividendos [...]. O que tem me afligido e me feito sangrar é que fizemos do cristianismo uma chave de fenda que aperta o parafuso que queremos. O cristianismo não é mais o motor que nos move, mas a ferramenta que nos serve .
Marcelo Lemes Lima
Goiânia, GO




Tenho 41 anos. Sou casado e pai de dois filhos. Considero-me uma pessoa equilibrada e feliz. E sou ateu convicto. Não tenho, nunca tive e jamais espero adquirir qualquer traço de fé em qualquer deus ou entidade sobrenatural. Ao ler o Estou cansado!, tive pela primeira vez na vida a sensação de enxergar um evangélico com um mínimo de bom senso. O fato de saber que existem pessoas como o autor do artigo no meio evangélico, me faz ter menos medo de uma possível maioria evangélica no país, embora o medo permaneça, pois sei que Ricardo Gondim pertence a uma minoria lúcida. Explico o meu medo. Moro numa cidade onde a maioria da população é de evangélicos, bem como a maioria dos empresários e políticos. Pois bem, a discriminação contra os católicos e não-evangélicos chega a ser constrangedora. Empresários evangélicos simplesmente não dão emprego ou trabalho a católicos. Muitos jovens católicos acabam sendo obrigados a “se converter” sob pena de desemprego. Fico pensando no destino dos não-evangélicos do país, se a maioria da população se tornar evangélica ou o governo passar para as mãos de evangélicos. Tenho medo de vocês!
José da Silva (pseudônimo)



Sou estudante de teologia. Também estou cansado. O artigo Estou cansado! me deixou triste e alegre ao mesmo tempo. Triste porque o que o artigo diz é tudo uma realidade. Alegre, por saber que não sou o único com essas inquietações.
Pedro Virgílio
Feira de Santana, BA




O artigo Estou cansado! me deu um ânimo tremendo. Meu coração se encheu de coragem. Quero voltar a ser “protestante”. O juízo começará pela casa do Senhor. Então, é hora de novos Luteros. É hora de a igreja brasileira passar por uma reforma. Não dá para suportar mais o que estamos vendo, ouvindo e lendo. Também estou cansado. Quero salvar minha alma e as almas daqueles que me ouvem, submetendo-me ao evangelho puro do Senhor Jesus.
Pr. Luis Henrique Biazon (Igreja do Nazareno)
Rio Claro, SP




Eu também estou cansado! Estou cansado dos “crentes do Apocalipse”, que teimam em clamar a vinda de Jesus para que Ele “passe o rodo”.
Joubert Poça da Conceição
Duque de Caxias, RJ




Minha alma foi lavada pela leitura de Estou cansado! Pus para fora do meu ser a minha angústia contra todo tipo de sistema, indústria, sei lá mais o quê no meio evangélico que gera a putrefação da alma. Também tomei uma decisão: podem me chamar de fanático, quadrado, bobo, ridículo, bitolado, mas quero permanecer na Palavra, pela Palavra e com a Palavra!
Denilson Cunha
(Comunidade Evangélica de Vaz)
Cuiabá, MT




Será que um ministério que procura ser mais profundo, menos céu e mais terra, menos emoção e mais razão, está com os dias contados?
Pr. Nilson da Silva Júnior
Cândido Mota, SP




Só não abandono a igreja porque tenho convicção de que preciso dela.
José Roberto



Embora cansado, não perco as esperanças e não quero deixar de lutar, para ver o evangelho de Jesus vivido e praticado pelos cristãos aqui na terra.
Luiz Orlando Rayol
Rio de Janeiro, RJ




Nunca vi, na Igreja Católica ou em outra igreja, um conteúdo tão enriquecedor do ponto de vista da fé como o de Estou Cansado!, de Ricardo Gondim. Tenho 24 anos e sou seminarista católico.
Juliano Ribeiro Almeida
Cachoeiro de Itapemirim, ES




Tenho dois anos e meio de fé. Sou membro de uma pequena igreja. Estamos no pó e em grande luta. Veio um evangelista de fora, que se intitulava pastor, e dividiu a igreja e se levantou contra o nosso pastor. Peço ajuda e oração.
Márcio Silva
São Gabriel, RS




É assim que me sinto: cansada. Pena que ainda não abri meu coração o suficiente para que Jesus me alivie. Sou jornalista e trabalhei com um grupo evangélico que não é o que demonstrou no altar e cujo único interesse é aumentar sua renda e construir suntuosos templos para que a alta sociedade venha a se converter, aumentando, assim, seus dízimos.
Patrícia Rosa Ramos
Rio de Janeiro, RJ




Estou cansado de crentes que acham que já foram salvos de um inferno chamado Brasil e agora estão num paraíso chamado Estados Unidos.
David Ribeiro
Anaheim, CA, EUA




Sempre tenho derramado minhas lágrimas, ocultas. Choro porque, nas igrejas pelas quais tenho passado como esposa de pastor, tenho visto um povo também cansado, acomodado, com uma indiferença para com Deus de dar medo. Estou cansada de ver meu marido ser discriminado por não usar terno e gravata e criticado por causa de sua maneira íntegra de viver. Não foram poucas as vezes que chorei silenciosamente em oculto por ver a que ponto têm chegado os evangélicos neste país, de não honrarem servos de Deus, profetas numa geração pervertida e corrupta como a nossa. Tenho estado profundamente angustiada com a situação de nossas igrejas, que têm trocado o altar pelas futilidades da vida. Estou cansada de ver pessoas tão melindrosas tendo que ser tratadas como reis e rainhas, sem contudo mostrar sinal de temor a Deus. Estou orando para que o Senhor tenha misericórdia de nosso país e mande uma tribulação que venha purificar o seu povo. No amor de Cristo, deixo meu desabafo. Tenho clamado a Deus por esse avivamento de fogo em nossas igrejas.
Natali Batista Brust
Machado, MG




Eu também estou muitíssimo cansado de tudo que foi mencionado no desabafo Estou Cansado!
Pr. Arnaldo dos Santos
Rio de Janeiro, RJ




Sinto saudades das igrejinhas simples, sem novidades, sem invenções, sem sensacionalismo, sem coreografias arrojadas, sem shows psicodélicos e que seguiam apenas o que estava nas Escrituras!
Cesar Pereira Augusto
São Pedro da Aldeia, RJ


QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.