Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Confissão de um Peregrino -- Para melhor entender a eleição e o livre-arbítrio

Confissão de um Peregrino

Para melhor entender a eleição e o livre-arbítrio

Francisco Leonardo Schalkwijk

Páginas 120
ISBN 85-86539-46-5
Formato 14x21
Assunto Liderança, Teologia / Doutrina, Vida Cristã
Ano 2002
Editora Ultimato
Código 40.50
Preço
sugerido
31,40
R$ 31,40
Confissão de um Peregrino não defende a interpretação que dá margem para o homem salvar a si mesmo, nem uma explicação que faz dele um boneco inanimado, sem vontade própria.

Fora do tabernáculo de Deus, é preciso apelar para a própria responsabilidade (da pessoa). Mas, quando dentro, é preciso apontar para a multiforme graça de Deus.

Por meio de todos os objetos do tabernáculo, o Senhor nos mostra que ele nos salva. No altar, foi Ele que morreu por nós. Na bacia, foi Ele que nos lavou os pés. Como o candelabro, é Ele que ilumina nosso caminho. Na mesa, é Ele que nos providencia uma refeição celestial durante nossa peregrinação. No altar de incenso, é Ele que ora para que a nossa fé não desfaleça. Na arca da aliança é Ele que nos abraça e recebe.

*  *  *

“Gosto muito da palavra peregrino, talvez pela recordação dos quadros do famoso livro O Peregrino. De fato, somos peregrinos e como é importante, durante a nossa jornada, escolhermos a estrada certa nas encruzilhadas da vida. [...] Este livro não pretende ser um manual de doutrina, mas procura ser um testemunho, uma confissão de como o Senhor ajudou este peregrino reformado a obter respostas a várias perguntas que o afligiram durante muito tempo”.
Francisco Leonardo Schalkwijk
INTRODUÇÃO
O TABERNÁCULO

PRIMEIRA PARTE: A CONSOLAÇÃO DA ELEIÇÃO

1. ELEIÇÃO
2. IGREJA REFORMADA
3. ARMINIANISMO
4. PERDIÇÃO
5. VOCAÇÃO
6. SALVAÇÃO
7. PRESERVAÇÃO
8. PREDESTINAÇÃO
9. HISTÓRIA DA IGREJA
10. TRÊS LEMBRETES
11. UMA ANTIGA ADVERTÊNCIA PARA HOJE
12. ORAÇÃO

SEGUNDA PARTE: O ALVO DA ELEIÇÃO

13. PARA SERMOS COMO JESUS
14. PARA SERMOS PROFETAS
15. PARA SERMOS SACERDOTES
16. MINISTROS DA GRAÇA
17. PARA SERMOS REIS
18. O ALVO SUPREMO

EPÍLOGO
NOTAS

Doutor em história e pastor emérito da Igreja Evangélica Reformada, Francisco Leonardo mora na Holanda com sua esposa Margarida, com quem serviu como missionário no Brasil por quase 40 anos. É autor de Confissão de Um Peregrino, Igreja e Estado no Brasil Holandês, 1630 - 1654 e da gramática grega Coine.
O QUE DISSERAM

Confissões de um Peregrino
 

Para ser bom, um livro não precisa ser grosso nem parecer erudito. Francisco Leonardo Schalkwijk escreveu um texto de pura sabedoria: "Confissão de um Peregrino". Nele, o ex-missionário holandês no Brasil discute o tema da eleição e do livre-arbítrio, em defesa de sua posição reformada. Entre as pérolas do livro, leia esta: "Deus não nos prometeu uma viagem tranqüila, mas uma chegada segura." 

Enfoque Gospel, agosto de 2002, p. 42.

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
#1

Eduardo

P - RN

Morou no Recife por uma existência, doutor em história e produz um livro que depois da introdução e algumas páginas é maçante! O Recife holandês por um holandês reformado seria uma boa, sobretudo por um holandês e especialista em história, mas...

Postado em 05/06/2012 às 07:21:57