Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Ciência, Intolerância e Fé -- A cunha da verdade: rompendo os fundamentos do naturalismo

Ciência, Intolerância e Fé

A cunha da verdade: rompendo os fundamentos do naturalismo

Phillip E. Johnson

Páginas 216
ISBN 978-85-7779-013-5
Formato 14x21
Assunto Apologética, Ética, Liderança
Ano 2004
Editora Ultimato
Código 40.76
Preço
sugerido
46,90   (INDISPONÍVEL NO MOMENTO)
Avise-me Quando Estiver Disponível
R$ 46,90
 
A ciência é a autoridade suprema na sociedade. Se há uma disputa, a ciência é o juiz. Se uma lei está para ser aprovada, a ciência tem de comprová-la. Quando a ciência é ignorada, brados de protesto ecoam na mídia, nas universidades e nas esquinas. A autoridade atribuída à ciência é tão grande que muitos são tentados a usá-la para validar afirmações que vão além das evidências disponíveis.

Phillip Johnson quer trazer de volta ao debate público questões que muitas vezes têm sido consideradas resolvidas. Ao analisar os fundamentos do naturalismo, o autor ressalta os últimos debates sobre ciência e evolução. No final, ele conclui profeticamente que as muralhas do naturalismo ruirão e que o evangelho deve desempenhar um papel vital na construção de um novo tipo de pensamento — não apenas em relação à ciência e à religião, mas no que diz respeito a tudo que oferece esperança e sentido à vida.

Ciência, Intolerância e Fé é um livro para todos que entendem a importância desse questionamento e que gostariam de ser participantes bem informados do debate atual.
“Em toda a ampla literatura sobre darwinismo, evolução, criação e teísmo, dificilmente podemos encontrar uma análise tão calma, compreensiva e convincente quanto a de Phillip Johnson.” (Richard John Neuhaus, editor de First Things)
Prefácio

Introdução

1. O que a universidade fez com a minha religião
    Como diferenciar a razão da racionalização?
2. O dilema da informação
    A lei natural e o acaso podem criar a
    informação genética?
3. A educação científica: uma controvérsia
    A ciência pode ser defendida com métodos
    impositivos?
4. Ciência e teologia modernista
    A teologia oferece algum conhecimento?
5. O darwinismo da mente
    O ser pensante, capaz de fazer escolhas,
    é uma ilusão?

6. O império contra-ataca
    Quais são os argumentos contrários ao
    Projeto Inteligente

7. Construindo um novo fundamento para a
    razão
    E se começarmos com a Palavra?
8. Otimismo tecnológico e desespero literário
    Como reparar a divisão no conhecimento?

Notas

Índice Onomástico
Autor de Ciência, Intolerância e Fé, Philip E. Johnson formou-se na Universidade Harvard e na Escola de Direito da Universidade de Chicago. Foi assistente de Earl Warren na Corte Suprema dos Estados Unidos e professor de direito durante mais de 30 anos na Universidade da Califórnia. Escreveu vários livros sobre ciência e fé, entre eles Darvin on Trial, Reason in the Balance, Defeating Darwinism by Opening Minds e Objections Sustained.
O QUE DISSERAM

Ciência, intolerância e fé
 

Quatro anos depois de lançado nos Estados Unidos, sai, pela Editora Ultimato [Viçosa, Minas Gerais], o valioso livro de Phillip E. Johnson, Ciência, intolerância e fé. Nele, o autor responde a perguntas como "a lei natural e o acaso podem criar a informação genética?"

Depois de diálogo com os cientistas naturalistas, Johnson arremata: "Para a razão ser um guia confiável tem se de basear em algo mais fundamental que a lógica e que ofereça uma base sólida para se chegar à verdadeira conclusão sobre os fins. A razão instrumental não basta. É por isso que o temor do Senhor não é o princípio da superstição e, sim, o princípio da sabedoria."

Enfoque Gospel, Prazer de ler, setembro de 2004.

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
#1

Agnon Fabiano Furtado Vieira

Fortaleza - CE

Um dos melhores livros para quem quer entender por que a ciência não aceita Deus, o que há de errado com ela e a insustentabilidade da Teoria da Evolução.

Postado em 11/08/2007 às 17:58:16
#2

Caline

- EX

Através deste livro, o leitor poderá compreender um pouco do que acontece no meio científico no exterior e entenderá que nem todos que fazem Ciência acreditam na teoria de Darwin. Com linguagem bastante clara e acessível a todos, é um livro imprescindível para os que desejam se aproximar mais do assunto e ter posicionamento crítico quanto à teoria evolucionista que, pasmem, embora considerada como fato científico, não tem comprovação empírica, sendo apenas uma teoria. Mesmo você não sendo cristão, é um bom livro para ser lido sem preconceitos e com ponto de vista analítico sobre o tema.

“Não existe evidência científica de que o cérebro, ou qualquer célula individual dentro dele, foi ou poderia ter sido criado pela matéria sem a assistência de uma inteligência pré-existente. Os cientistas que acreditam que a seleção natural tenha criado o cérebro o fazem, não por evidências, mas, APESAR das evidências”. p. 136.

Postado em 07/11/2011 às 15:24:05
#3

Caline

- EX

Ciência, intolerância e fé é um daqueles livros apologéticos bastante válidos no que concerne às divergências instauradas pela teoria do processo evolutivo biológico. Com argumentos inteligentes e sem o menor resquício de não ser bem aceito pela crítica científica, Johnson rebate afirmações científicas que não possuem nenhuma base de evidência empírica. Através deste livro, o leitor poderá compreender um pouco do que acontece no meio científico no exterior e entenderá que nem todos que fazem a Ciência acreditam na teoria de Darwin.

Com linguagem bastante acessível, é um livro imprescindível para os que desejam se aproximar mais do assunto e ter posicionamento crítico quanto à teoria evolucionista que, pasmem, embora considerada como fato científico, não tem comprovação empírica, sendo apenas uma teoria. Mesmo você não sendo cristão, é um bom livro para ser lido sem preconceitos e sob ponto de vista analítico a respeito do tema.

Postado em 13/11/2011 às 22:41:17