logo ultimato
  • Seja bem-vindo Visitante!
  • Cadastre-se
  • facebook
  • twitter
  • rss
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Esqueci minha senha

Até Quando?

O cuidado pastoral em contexto de violência contra a mulher praticada por parceiro íntimo

Sérgio Andrade

Páginas 128
ISBN 978-85-7779-037-1
Formato 14x21
Assunto Aconselhamento, Liderança, Vida Cristã
Ano 2010
Editora Ultimato
Código 41.45
Preço 27,60
R$ 27,60
As palavras de Martin Luther King “Não à violência do coração, não à violência da palavra, não à violência do punho” são ainda bastante atuais. E a violência contra a mulher praticada por parceiro íntimo não poupa a igreja.

Até Quando? mostra a importância e o papel da comunidade de fé nessa questão, especialmente, nos momentos mais sombrios, quando a mulher sofre lesões físicas e feridas psicológicas nas mãos da pessoa que mais deveria amá-la e protegê-la. Também aponta caminhos para a capacitação das igrejas para acompanharem bíblica e pastoralmente pessoas que sofrem violência e pessoas que usam a violência.

* * *

“Coloco-me ao lado dos autores para lamentar a omissão das lideranças religiosas — inclusive de igrejas cristãs — sobre a violência contra a mulher. Todo cristão deve estar disposto a levar às últimas consequências a luta em defesa da mulher vítima de violência.”
Carlos Queiroz
Prefácio
Apresentação
Introdução
1. Mitos e verdades sobre a violência praticada por parceiro íntimo
2. As dinâmicas de um relacionamento violento
3. Como apoiar mulheres que sofrem violência
4. Como aconselhar o autor da VPI
5. Preparando e prevenindo a igreja contra a VPI
6. Construindo novas relações de gênero
7. Separação e divórcio
Leituras recomendadas
Sites recomendados
Anexos
Notas
Referências bibliográficas
Autor de Até Quando?, Sérgio Andrade, carioca, é casado com Karina Paes Advíncula e pai de cinco filhos. É deão da Catedral Anglicana da Santíssima Trindade, em Recife, PE, e coordenador de programa social da ONG Diaconia. Lidera projetos nas áreas de superação da violência contra a mulher e prevenção do HIV/Aids. É formado em teologia pela Universidade Metodista de São Paulo.

Opinião do leitor

comentar
Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
#1

André Vadão

Sao Paulo - SP

Lendo a apresentação e introdução, temos uma degustação do que virá a ser este importante livro. Todos os discipulos de Jesus devem estar dispostos a seguir firmemente até às últimas consequências na defesa das mulheres que sofrem violência. Felizes os pacificadores, disse o Senhor Jesus. Tenho vivido esta experiência com uma pessoa próxima, ajudando-a a se libertar do seu ex-companheiro, porque ele se tornou um agressor, sobretudo através de violência psicólogica, controlando, ameaçando, humilhando. Sem dúvida deve-se recorrer à delegacia da mulher, isto é, à justiça dos homens, só em caso de violência real. Pois o ambiente policial é como o mundo, triste e sombrio. Mas tem sua importância para reprimir os agressores das mulheres. Como disse Jesus, que as mulheres orem pelos seus inimigos. Abençoem a eles, não os maldigam. Mas não tolerem nenhuma violência. Denunciem, peçam ajuda. Os discípulos de Jesus, enquanto conhecedores do amor dedicado do Mestre, podem/devem ajudar nesta luta.

Postado em 30/12/2010 às 11:00:44
#2

Márcia Cristina Dantas Borges

Rio De Janeiro - RJ

Sou Assistente Social e engajada na luta da violência contra a Mulher. No mês de Julho vou dar uma palestra em uma Instituição religiosa no Rio de Janeiro e utilzarei o livro "Até Quando?". Gostaria de solicitar encarecidamente doação de alguns exemplares para eu distribuir no dia do evento. Seria possível esta doação? O meu eu já comprei. Um grande abraço e aguardo o retorno. Gostaria também, se possível do contato do autor para futura troca de conhecimentos.

Postado em 12/04/2012 às 19:16:28
#3

Olga

São Paulo - SP

Um livro de leitura simples e objetiva, que mostra de forma clara a verdade tão explícita da violênica contra a mulher.
Nos abre o olhar para tratarmos seriamente esse assunto que ainda é um tabu dentro de nossas igrejas e nos impulsiona a nos engajarmos nessa luta, enfrentando a violência contra mulher e lutando contra ela em todas as esferas da sociedade. É muitas vezes uma violência silenciosa, mas que tem consequências tão devastadoras, pois são as mulheres que tem que deixar seu lar, muitas vezes seus filhos,seus sonhos, e passam a viver com medo e sofrendo, como se fossem causadoras da violência e não as vítimas.
Que com a leitura dessse livro, os olhos de cada leitor possam ser abertos no sentido de que a mulher não continua no ciclo de violência porque quer, mas por falta de opção e oportunidade de reconstruir sua vida e quebrar o ciclo da violência.

Postado em 04/08/2012 às 16:03:32
Editora Ultimato ABU Editora