Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Opinião

O que são Nurdles e qual seu impacto em ambientes marinhos?

Por Bob Sluka
Tradução: Elisa Gusmão


A Rocha está interessada em “nurdles”. Eles estão em nossas praias, ao longo de nossas costas e, às vezes, em nossos rios e lagos – onde não deveriam estar. Um “nurdle” não é um animal selvagem ou uma criatura pequena, mas uma partícula de plástico. Não qualquer plástico, mas, sim, blocos básicos de construção para todos os tipos de plástico. Eles são as pequenas (menos de 5mm) pelotas de plástico, muitas vezes em forma de disco, feitas quimicamente em fábricas e, em seguida, distribuídas por todo o mundo para serem aquecidas e assumirem a forma de tudo que é feito de plástico. O computador, o telefone ou tablet no qual você está lendo este artigo provavelmente começou como uma pilha de “nurdles”.

O problema é que, quando “nurdles” são distribuídos ao redor do mundo em navios de contêineres, eles às vezes caem no mar e são "perdidos" no oceano. Ou podem ser varridos do chão da fábrica para os drenos, que vão dali para fora. O problema é que, na verdade, nada se perde no mar e todos os drenos levam ao oceano. Por isso, “nurdles” estão aparecendo nas costas de todo o mundo.

O que isso tem a ver com a fé cristã? Primeiro, temos a missão de cuidar do mundo que Deus fez. A ciência pode nos ajudar a entender como fazer isso melhor. A pesquisa sobre “nurdles” e poluição plástica em geral vem mostrando um padrão perturbador de impacto negativo no mundo que Deus criou – tanto nos animais como também na beleza dos lugares. Estamos desobedecendo a Deus se as coisas que fazemos ferem o mundo que ele criou, já que ele nos incumbiu do seu cuidado. Quando contribuímos para diminuir a beleza do mundo, contribuímos também para reduzir a glória de Deus – que deve ser vista em sua criação.

Em segundo lugar, há uma evidência crescente de que os plásticos estão prejudicando a saúde e o bem-estar humanos. A ciência ainda não esclareceu, mas há indícios suficientes de que o plástico que você está comendo – provado estar presente no sal do mar, na carne de peixe, mexilhões, e outros produtos oceânicos –, provavelmente, não é bom para a nossa saúde, em longo prazo. O plástico que você usa pode não poluir sua costa ou rio, mas aparece em todo o mundo transportado por correntes oceânicas. Isso é não amar o seu próximo, porque sendo negligente com os produtos plásticos que usa, você poderá prejudicar outros que estão mais longe.

A Rocha vem estudando “nurdles” e contribuindo para o mapeamento de sua distribuição global. Fizemos isso em nossos projetos na França, Reino Unido e Portugal, e agora nos EUA, contribuindo para o site que permite a qualquer pessoa fornecer dados para uma melhor compreensão da distribuição de “nurdles” (www.nurdlehunt.org.uk). Participamos da Great British Nurdle Hunt (grande caçada britânica a partículas), em 2016 e, em seguida, tentamos envolver as igrejas na caçada europeia, a Great European Nurdle Hunt, em 2017. Continuamos a contribuir para essa pesquisa contínua e convidamos você a participar da mesma como um ato cristão de adoração e obediência a Deus. Dê uma olhada no site e, em seguida, saia para uma caçada a partículas. Relate seu achado no site, dizendo que ouviu sobre ele em A Rocha. Isso vai nos ajudar enquanto trabalhamos tendo em vista um grande evento nos próximos anos, que, provavelmente, vai se chamar a Grande Caçada de Partículas pela Igreja Global!

• Bob Sluka é cientista chefe do Programa de Preservação Marinha e Costeira da Rocha.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Opinião

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.