Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Notícias

Nem Tão Doce Lar: Como igrejas podem ajudar no enfrentamento à violência familiar

No final de 2016 circulou na internet a informação que 40% das mulheres vítimas de violência no Brasil são evangélicas. A conclusão seria de uma pesquisa da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Embora a fonte desses dados não esteja acessível para verificação, o alto índice de violência familiar, seja contra mulheres, crianças e adolescentes no Brasil é uma triste constatação.

De acordo com informações da Secretaria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres, a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência registrou um aumento de 133% nos relatos envolvendo violência doméstica e familiar, comparando o primeiro semestre de 2016 com o mesmo período do ano anterior.

Foi com o intuito de contribuir para a superação da violência familiar que a antropóloga alemã Uma Hombrecher, com apoio da agência Pão para o Mundo (PPM), criou a metodologia intitulada “Nem Tão Doce Lar”. Trata-se de uma mostra itinerante que possibilita a popularização da discussão e do enfrentamento da violência, levando para o espaço público uma típica casa familiar, com informações e imagens que denunciam a violência sofrida por mulheres, crianças e jovens.

Além disso, a mostra busca sensibilizar o poder público, organizações e grupos da sociedade civil e comunidades religiosas para que assumam em conjunto o enfrentamento e a superação da violência doméstica.

O nome “Nem Tão Doce Lar” é uma alusão à expressão “Lar doce Lar”, muito comum em casas brasileiras, mas que nem sempre corresponde a um ambiente familiar de harmonia, proteção e segurança.

A metodologia é coordenada pela Fundação Luterana de Diaconia (FLD). Os interessados em levar a mostra para suas cidades devem contatar diretamente a FLD pelo email fld@fld.com.br, que orienta todo o processo, assessora a capacitação e monitora o desenvolvimento e desdobramento das atividades.


Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 987 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Notícias

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.