Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

É Carnaval. Mas por que mesmo estamos felizes?

Sorrisos abundantes. Celebração de corpos, da fantasia sem regras e da cultura brasileira. Mas por que mesmo estamos felizes? 
 
Glamourizar a alegria não garante nada. E o Carnaval pode ser apenas poeira levantada num país em que gostamos de “levantar poeira”, mas nem sempre com a clareza do que significa “dar a volta por cima”.
 
Se os brincantes nos dizem que faz parte da própria natureza da festa não levá-la a sério, não deveríamos, no mínimo, desconfiar de quem a defende seriamente? Claro, sem a ingenuidade de quem acha possível esconder os problemas no armário na sexta-feira e esperar que eles virem cinzas na quarta-feira seguinte.
 
Por outro lado, a igreja cristã brasileira ainda patina na compreensão do que é cultura, e -- mais importante -- de relacioná-la com a essência do Evangelho. Esconder-se da cultura não é assumir a tarefa bíblica de discernir com sabedoria as luzes e sombras da sociedade.
 
Vale lembrar que Deus também nos deu, lá no Jardim do Éden, o mandato de produzir cultura. Como bem lembra Guilherme de Carvalho em Fé Cristã e Cultura Contemporânea, “a tarefa de cultivar, isto é, produzir cultura, implica observar, aprender e desenvolver técnicas para lidar com a natureza. Não é preciso muito esforço para compreender a complexidade dessa tarefa. (...) Parece claro que Deus encarregou o homem de manifestar a sua imagem por meio do trabalho criativo, ou seja, por meio da cultura”. 
 
É óbvio que para tal tarefa não pode faltar o ingrediente da criatividade, porque se somos imagem e semelhança de um Deus Criador, carregamos a alegre centelha criativa que dura bem mais do que quatro dias.
 
Leia mais
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1008 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.