Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

Como não ouvi-los?

Experiência e esperança na velhice é mais um e-book que a Ultimato oferece gratuitamente aos leitores e leitoras do Portal.

Reunimos depoimentos, conselhos e lembranças de velhos - e outros nem tanto - sobre o que vale a pena guardar no coração, como viver na “última idade” e que bênçãos Deus reserva para quem chega nesta fase da existência.

Como resultado de tudo isso, percebemos que há uma porta poucas vezes aberta pela maioria das pessoas: a velhice. Abrindo-a, nos surpreendemos com a riqueza guardada no outro lado. Serenidade, realismo, sabedoria, fé, gratidão.

Ao lermos Experiência e esperança na velhice, nossa fé pode ganhar contornos concretos de uma existência cotidiana, ordinária e madura. Não se trata de uma vida que ainda virá, mas, sim, daquela que já vivemos; é com ela que aprendemos sobre o que virá.

Como não ouvi-los?

Assim como a infância, a fase da velhice tem muito a nos ensinar. Sobre a vida, sobre a morte, sobre o amor, sobre a dor, sobre o que importa, no final das contas. E sobre Deus. Com exceção dos desmemoriados, o que mais os idosos têm são memórias, que nos contam de sua biografia e da ação de Deus em sua vida. A vida de um idoso é a prova de sua firmeza e persistência na fé. Eles foram fieis! E Deus foi fiel a eles!

Como não ouvi-los? Como não oferecer-lhes espaços privilegiados a partir dos quais compartilhem com os mais jovens as suas experiências e a esperança em Deus? Por que não promover a troca entre o vigor exuberante e a carreira iniciante dos jovens e a beleza precária e carreira final dos velhos?

Na oração de um velho (Salmo 71) não é isto que pede o salmista?

Ó Senhor, meu Deus, em ti
ponho a minha esperança;
desde jovem tenho confiado em ti.
Falarei do teu poder,
ó Senhor, meu Deus;
anunciarei a tua fidelidade,
a tua fidelidade somente.
Agora que estou velho,
e os meus cabelos ficaram brancos,
não me abandones, ó Deus!
Fica comigo enquanto anuncio
o teu poder e a tua força
a este povo e aos seus descendentes.

Boa leitura!

Leia também
Fui moço, agora sou velho... e daí?
Vença a fadiga espiritual
Que vida boba!
Equipe Editorial Web
  • Textos publicados: 1008 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.