Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Prateleira

A televisão, a santidade e o museu de horrores

A edição de julho-agosto da revista Ultimato não vai ficar velha nunca. A matéria de capa, Abraçando e reabraçando a santidade do corpo e da mente, aborda aquilo que move qualquer novela chinfrim do cardápio diário da televisão brasileira. Aliás, falar em novela é lembrar a insistente propaganda da infidelidade, do engano e da lei do mais forte. E é disso que trata os textos da redação.

Ao contrário do que apresenta o artigo Pai nosso, que estás nos céus!, em frente à TV somos constrangidos porque estranhamos ou não concordamos com a mãe que engana e arma ciladas contra a filha, com o filho que trama contra a própria mãe, com a desenvoltura e naturalidade da prática homossexual, entre outras “opções” não menos, digamos, extravagantes. É como se lembrar do museu de horrores a que se refere o historiador inglês Tony Judt.

Nos primeiros dias de julho, Ultimato colocou nas mãos de cada assinante a sua revista, que a partir de agora pode ser lida também online pelos navegantes. Para Ultimato, “os cristãos horrorizados com a homossexualidade se obrigam pela mesma Bíblia a ficar horrorizados também com o adultério, com a hipocrisia, com o roubo, com o egocentrismo, com a soberba, com a incredulidade, com a inveja, com a violência, com a berrante injustiça social e daí por diante”. A edição atual tem muito mais. Boa leitura.
É diretor editorial da Ultimato.
  • Textos publicados: 173 [ver]

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Leia mais em Prateleira

Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.