Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

“Você tem coragem de saltar do barco?”

"E, quando Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se ao mar". (João 21:7)

Pedro é um exemplo de liderança nata. Podemos perceber isto quando ele diz: "Eu vou pescar!" e imediatamente os seis amigos também decidem as próximas horas da sua vida sobre a palavra ou direção de Pedro.

Esta pesca foi frustrante pois o mar não estava para peixes.

Após o "fracasso", eles voltam para o lugar de origem e recebem a instrução de um desconhecido.

Tentam novamente e agora são felizes por tão grande surpresa. Pescam e mais uma vez são surpreendidos por uma provisão espetacular.

" E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus.
Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não.
E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes. (João 21)
Sabe aquela sensação de voltar do trabalho com a provisão para um bom tempo? Isso é realmente tudo o que esperamos ou desejamos. Pedro e seus seis amigos estão agora nesta condição" João 21.4:6.

Será que a pergunta de Jesus "Filhos, tem alguma coisa para comer?" ainda estava presente em suas mentes, ou a abundancia foi tão incrível a ponto desta fala não fazer mais nenhum efeito em seus corações?

Dentro do caminhar em grupo, um deles identifica que o "homem desconhecido" é o Cristo.

Pedro rapidamente se veste e lança-se ao mar ao encontro do Cristo. Identificamos nessa atitude o seguinte pensamento: "Se eu não posso ir sobre o mar, pois já tentei uma vez e não deu certo, eu posso ir nadando! A provisão disponível no barco não pode ser uma barreira para eu não desfrutar da presença de Cristo e não pode me impedir de ficar perto do meu Mestre!"

Isso nós traz a seguinte reflexão, pense comigo: O que temos recebido tem gerado em nós que tipo de reação? Nossas bênçãos, o barco cheio, a igreja cheia, o ministério bombando, as coisas dando certo… Como nosso coração está diante de tudo isto?

Seremos capazes de não nos prender e mergulharmos para experimentarmos Cristo mais de perto?

Reflita. Você tem sido um pescador de peixes transformado em pescador de Homens e que "entre ficar no barco cheio" ou "pular ao encontro de Cristo", prefere experimentar viver em Cristo? Os peixes, os barcos, todos estes são passageiros, efêmeros e não eternos.
Guarulhos - SP
Textos publicados: 48 [ver]
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.