Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

“Trazendo a glória de Deus para nossa Mesa”

"Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus" - .

Comer e beber são duas ações realizadas diariamente. A ausência da comida e também da bebida causaria em nós uma morte prematura.
Obvio que esta comida e bebida precisam no mínimo ter os nutrientes necessários para nos manter vivos.
Ao mesmo tempo que comida e bebida podem ser a expressão de um desejo atrelado ao prazer de comer, e de beber.
Eu particularmente gosto muito de pão francês, e luto para abrir mão de pelo menos um pãozinho diário.
Sei que você também tem uma predileção por algum tipo alimento no seu desjejum, e espero que seja mais saudável do que este que eu gosto.
Agora a proposta bíblica em I Corintios 10.31, nos chama atenção por algumas características desta comunidade.
Primeiro que era uma comunidade com muitos recursos financeiros, tanto é verdade que no próximo capítulo, quando o apóstolo Paulo aborda sobre o momento cerimonial da Santa Ceia, ele alerta: Quem tem fome come em casa, não haja disputa na mesa durante nossa comunhão, no dividir o pão.
O pedido em agradar a Deus através da comida e da bebida é bem pertinente. Entendo que se eu iniciar por estas duas necessidades essenciais e diárias, isto se tornará uma prática em meu viver diário.
Portanto, somos desafiados a manifestar a glória de Deus a partir da provisão que é colocada diariamente em nossas mesas, sendo Elas: A comida, e a bebida.
Quer comermos, quer bebamos, que possamos fazer isto para a Gloria de Deus.

Estas duas necessidades isentas da glória de Deus nos levará a ruína. Se pensarmos com bastante carinho e seriedade, perceberemos que a busca pela Comida e pela bebida é o início de uma carreira de trabalho, e logo quando ambas necessidades são supridas, acrescentaremos outras tantas como o que vestir, o que possuir, etc.

A reflexão mais profunda que podemos fazer segue a seguinte proposição:
Se na comida e na bebida não conseguimos reproduzir a glória de Deus, o que reproduziremos quando as demais necessidades forem supridas?
Por isto glorificar a Deus através das provisões básicas e essenciais nos levará a ter um coração grato que glorificará a Deus em todas e quaisquer circunstâncias.
A grande verdade é que se não glorificamos a Deus, motivo pelo qual fomos criados, estaremos glorificando outra divindade. Basta olharmos a atitude registrada no Gênesis 3 , quando a vaidade e desejo fora manifestado na adoração antropológica, sendo o homem a principal razão da vida, quando a transferência da gloria que deveria e deve ser para Deus, foi projetada e direcionada para o ser criado: O Homem.
Guarulhos - SP
Textos publicados: 41 [ver]
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.