logo ultimato
  • Seja bem-vindo Visitante!
  • Cadastre-se
  • facebook
  • twitter
  • rss
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Esqueci minha senha

Palavra do leitor

Quero trazer à memória o que me pode dar esperança

Nesta semana, a minha mãe irá se submeter a uma cirurgia delicada, com diagnóstico e futura ação terapêutica até certo ponto ainda imprecisos.

As situações desafiadoras sempre me reportam ao seguinte versículo bíblico: "Quero trazer à memória o que me pode dar esperança" (Lamentações 3:21).

Não tenho como negar que já passei por muitos momentos difíceis. Entretanto, a multiforme sabedoria de Deus fez-se presente na minha vida, abençoando-me no meu quarto (Mateus 6:6), no caminho do trabalho, no escritório, passeando, em hospitais ou em momentos de comunhão na congregação com os irmãos. Aqui, registro apenas algumas dessas experiências de livramento divino:

1 - Lembro-me de uma manhã em que, fazendo uma devocional (leitura bíblica, entoando alguns hinos e orando), em meu quarto, fui tocado pelo seguinte versículo bíblico: “Não estejas entre os que se comprometem, e entre os que ficam por fiadores de dívidas, Pois se não tens com que pagar, deixarias que te tirassem até a tua cama de debaixo de ti ?” (Provérbios 22:26,27). Naquele mesmo dia, fui consultado por uma pessoa cristã que precisava fazer um grande conserto no automóvel, e pediu-me cobertura financeira. Neguei o pedido seguindo a orientação bíblica. Poucos meses depois a pessoa fechou a sua empresa por sérios problemas econômicos, deixando um rastro de dívidas pelo caminho.

2 - Em outra ocasião, passando por um momento de conflito, e precisando do consolo de Deus, num culto, um irmão, sentado ao meu lado no último banco da igreja, sugeriu que eu meditasse num versículo bíblico. Ao final do culto, o pastor, que nada sabia, despediu-nos lendo a mesma passagem bíblica: “Não to mandei eu ? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares” (Josué 1:9)

3 - Uma experiência interessante ocorreu-me na cidade de João Pessoa, ocasião em que participei de um Congresso de Missões. Fui para lá enfrentando uma grande luta espiritual, fruto de uma atitude errada de minha parte, que poderia prejudicar grandemente um servo de Deus. Naquela cidade, num mesmo dia, ao visitar duas congregações (manhã e à noite), de denominações diferentes, fui surpreendido por uma mensagem bíblica centrada e profunda que enfatizava o cuidado de Deus sobre as nossas vidas, trazendo-me convicção de que o meu problema (e do irmão) estava no controle divino, e que seria resolvido por providência do Senhor. Mais um detalhe interessante: Em cada um daqueles cultos, foi pronunciada pelos pregadores uma frase idêntica: “Deus leva você a sério”.

4 - Numa certa ocasião, sonhei que tinha ficado cego de um olho. Ao acordar, já chorando bastante, comecei a orar por entender que poderia ser uma cilada do diabo tentando me fazer pecar. Na noite daquele mesmo dia, ao chegar da Universidade, recebi um convite, por telefone, pra lá de pecaminoso.

5 - Certa vez, fui advertido por Deus em Sua Palavra, por vir desprezando o atendimento das necessidades materiais de minha mãe, mais especificamente a compra de medicamentos de uso contínuo: “E ele, Jesus, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, Mas o seu coração está longe de mim. Em vão, porém, me honram, ensinando doutrinas que são mandamentos de homens. Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens; como o lavar dos jarros e dos copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas. E dizia-lhes (Jesus): Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição. Porque Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e quem maldisser, ou o pai ou a mãe, certamente morrerá. Vós, porém, dizeis: Se um homem disser ao pai ou à mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor. Nada mais lhe deixais fazer por seu pai ou por sua mãe, Invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradição, que vós ordenastes. E muitas coisas fazeis semelhantes a estas” (Marcos 7:6-13)

“Porque o mandamento é uma lâmpada, e a instrução uma luz; e as repreensões da disciplina são o caminho da vida” (Provérbios 6:23)

“Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido” (Atos 4:20)
Recife - PE
Textos publicados: 268 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

Opinião do leitor

comentar
Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.