Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Papo de vendedor

Já fui vendedor e sei como é um papo de vendedor. Na verdade, o "bom vendedor" é um empurrador, pois faz de tudo para vender a sua mercadoria. Às vezes mente, engana, trapaceia, esperneia, faz cara bonita, faz cara feia, tudo para vender o seu peixe. Quando entro num comércio já sei o que vou encontrar e devo estar preparado para dizer não e até para ironizar algumas situações.

É promoção e mais promoção, longo prazo para pagar, tudo facilitado, tudo no cartão de crédito, material de primeira, com garantia, pronta entrega, ou entrega em três dias e o consumidor incauto acredita. E depois acontece o que aconteceu com o meu computador. Quem me vendeu não trabalha mais na loja, estive lá ontem e perdi a viagem. Eu já me cansei de ser enganado e até ameaçado. Sim, ameaçado, pois tem gente que vem vender coisas no portão e quando a gente não quer comprar, nos ameaça. Isto me aconteceu esses dias. Fiquei estarrecido, nem dormi direito. Me ameaçou aos gritos. Deus me livre e guarde!

Papo de vendedor é pior do que de certos religiosos e não aceitam um não como resposta, alguns até nos ameaçam. Esse mundo, realmente, está virando um lixão. As coisas às vezes acontecem de repente e nem dá tempo para prevenir. Quando a gente cisma já tem algum "vendedor" por perto, ou ao telefone querendo nos empurrar alguma cosa. Já fui vítima dessa chantagem várias vezes. Tem de tudo um pouco, principalmente pessoas que ligam para pedir dinheiro, insistindo com a gente, quase chorando e se lastimando, são pessoas do telemarketing, portanto são profissionais contratados para tentar tirar dinheiro dos incautos. Eu sei que existem vendedores mais comedidos, mais "assentados" e mais conscientes, mas, em geral, eles são assim.

Já escrevi aqui sobre determinada seita que vai de casa em casa tentando "vender o seu peixe" e tem gente que perde tempo, às vezes até deixa a panela ao fogo para atender essas pessoas no portão. Dizem que o mundo é dos espertos e que o sapo não pula por boniteza, mas por necessidade. É bem por aí, portanto, devemos ficar espertos. Eu já ouvi cada uma que tive dificuldade para acreditar.

Esses dias uma pessoa amiga me contou uma que aconteceu com ela envolvendo um vendedor de porta em porta. O vendedor fez de tudo, fez contorcionismo e até malabarismo e depois elogiou a sua beleza, falou de seus lindos olhos verdes e disse que vendia, mas não por necessidade, mas com a intenção de ajudar as pessoas a adquirir o seu produto que, além de ser de ótima qualidade, ainda estava em promoção e podia ser pago de forma parcelada. Alguns só faltam ajoelhar diante da pessoa, em plena calçada, no afã de conseguir vender o seu produto.

Sou do tempo em que os pregadores do evangelho eram insistentes e assisti alguns "apelos" dos quais eu nunca me esqueci. Hoje, na maioria das igrejas, não se faz mais apelos, ou convites para aceitar a Jesus, até pelo medo de chatear a pessoa e ela não voltar mais. Tem igreja que nem apresentam mais as visitas e nem as cumprimentam no final do culto. Jesus certa vez disse que nós somos negociantes, vendedores, lavradores do Mestre na sua Seara. Ele disse certa vez: Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?" Lucas 2:49.

O exemplo dos vendedores, com o seu papo estufado e furado, de certa forma, pode ser seguido pelos que propagam o Evangelho. Tudo dentro das normas e dos conformes pode ser útil a quem prega o Evangelho. É só ter cuidado com o exagero, pois às vezes ao invés de pregar, nós acabamos despregando e prejudicando, inclusive, uma carreira ministerial. "Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como as pombas". (Mateus 10.16). Agindo assim, Deus, certamente, vai fazer prosperar o seu reino aqui na terra através de seus "vendedores".
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 404 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.