Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Mesmas obras? Sei não...

"...fará as obras que eu faço, e as fará maiores..." João 14.12

Que promessa extraordinária! Que frase ousada, que desafia o mais fervoroso homem de fé.

Em verdade, quando lemos ou ouvimos sobre este versículo, nossa mente, sempre triunfalista, logo imagina Jesus devolvendo a visão ao cego, a audição ao surdo, levantando um paralítico, expulsando uma legião de demônios, ressuscitando um cadáver, etc., e também já se imagina realizando estas mesmas obras.

E não está errado não! A promessa diz respeito sim, também, a estes sinais, que os torna maiores pela ausência de Jesus, conforme ele diz no verso seguinte.

No entanto, o que nossa mente triunfalista desconsidera, ignora e até mesmo esquece, é que antes desse Jesus poderoso, que atuou apenas por três anos e meio, tem um Jesus que foi integralmente HUMANO e que teve toda uma vida, toda uma história por longos 30 anos.

Como tal, ele foi bom filho, honrando sua mãe, seu padrasto José e seus irmãos e irmãs. Se fosse casado e tivesse filhos certamente que seria um excelente marido e extraordinário pai. Teve uma profissão, trabalhando como carpinteiro para seu sustento e de sua família, e ainda pagando seus impostos (nenhum judeu deixava de pagar altos impostos a Roma). Teve seus círculos sociais no decorrer da história, cumpriu as liturgias obrigatórias de sua religião, foi cumpridor das leis de seu povo e das leis do povo que os colonizou, comeu, bebeu, dormiu, orou, etc., enfim, antes de ser um excelente Messias, foi um excelente cidadão, filho, irmão e religioso, sem ferir pessoas, sem mentir, defraudar ou "dar um jeitinho" às coisas, sem brigar com ninguém, pagando suas dívidas, cumprindo horários e compromissos, etc., o que certamente lhe conferiu poder e autoridade para dar início ao seu meteórico (rápido), mas poderoso ministério.

Enfim, antes de ser um super-mega-blaster homem de Deus, Ele foi simplesmente HOMEM.

Creio que talvez seja isto que esteja faltando em muitos homens e mulheres de Deus que, sei lá pra quê, querem realizar somente as obras dos três últimos anos de Jesus, desconsiderando as obras realizadas nos seus 30 primeiros anos.

E isso causando muito prejuízo, pois muitos têm negligenciado a família, as obrigações sociais e políticas, o trabalho e ainda querem ser os super-heróis da fé.

Antes de querer ser um homem de poder, quero ser simplesmente e integralmente um HOMEM.

Ah, e um bom homem, em todas as esferas da vida. E você?
Que Deus nos ajude.

Pastor Douglass Suckow
Porto Velho - RO
Textos publicados: 8 [ver]
Site: http://www.youtube.com/tvcafeteologico
Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.