logo ultimato
  • Seja bem-vindo Visitante!
  • Cadastre-se
  • facebook
  • twitter
  • rss
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Esqueci minha senha

Palavra do leitor

Casamento e liberdade

Quando duas pessoas se casam geralmente perdem, em parte, o que a vida tem de mais importante: a liberdade.
 
Por mais que se viva bem, ou aparentemente bem, não se tem a mesma liberdade que se tinha antes. A partir daí é preciso - e até obrigatório - dar satisfação de tudo e nem sempre se consegue convencer a outra pessoa. Alguém, brincando com este assunto, disse que os homens mentem muito porque as mulheres fazem muitas perguntas.

Hoje, muitos casais se separam com extrema facilidade, mas geralmente não ficam sozinhos. Há uma busca, uma procura incessante pela pessoa ideal como se esta pessoa existisse. Existem casos de pessoas que se separam, depois ficam por aí procurando a tal pessoa ideal, e mais tarde acabam se reencontrando e se casando de novo. O ser humano não foi criado para viver sozinho.

A liberdade é algo fundamental na vida de qualquer pessoa. Quando uma pessoa comete algum tipo de crime, a punição dada a ela é tirar a sua liberdade. A pessoa é detida, presa e algum tempo depois é julgada - e se for condenada - geralmente cumpre apenas uma pequena parte da pena imposta. Seja como for, o fato é que tiram dela a sua liberdade, ainda que por pouco tempo.

Muitos casais propalam que o seu casamento é aberto e não tem ciúmes nem desconfiança. Porém, fica dificil acreditar nisto. Se é assim então não deve ser um casamento normal. Talvez seja um pacto, um contrato, um acordo ou um ajuntamento. Casamento é comunhão total, irrestrita, portanto causa choques e arranhões. E sempre há cobranças de ambos os lados. Daí o fato de acontecerem discussões, entreveros culminando muitas vezes em separação.

É uma pena que o casamento - que foi inventado por Deus - tenha hoje chegado a este ponto podendo ser comparado a uma prisão. Alguém já disse que o namoro acaba quando começa o casamento. Mas o casamento não deveria ser a continuidade e o aperfeiçoamento do namoro?

Uma das coisas mais tristes na vida de um casal é a chantagem. E muitos se valem dela para mostrar que tem força e ainda mandam. Geralmente é dificil se entender dentro de um casamento. Às vezes um quer viajar, mas o outro não quer ir junto.
Começa a discussão acerca da viagem e finalmente a pessoa é "liberada" para viajar.
Fazer uma viagem sozinho é muito ruim. Quem fica sente a falta, quem vai não vê a hora de voltar. Mas por que não foram juntos? Esse desentendimento acontece muitas vezes por causa da chantagem.

Resumindo: se as pessoas pensassem melhor talvez não se casassem. Mas é preciso experimentar para saber como é. Se Deus inventou o casamento é porque ele é bom.
Mas se ele é bom, por que acontecem tantas brigas e dicussões? Penso que temos que rever muitas coisas quando o assunto é casamento. Muitos dizem: eu não abro mão da minha liberdade por nada nem por ninguém. Então, não se case. Se você ama tanto a sua liberdade, o seu sagrado e constitucional direito de ir e vir, fique como você está: sozinho. Casamento tem bônus, mas também tem ônus. Pense bem nisto antes de tomar a sua decisão. Paulo disse algo mais ou menos assim: "se você está sozinho, não se case, se está casado, não se separe". Ademais, muita gente, efetivamente, não tem vocação para casamento. E não existe teste vocacional para isto.
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 266 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

Opinião do leitor

comentar
Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.