Apoie com um cafezinho
Olá visitante!
Cadastre-se

Esqueci minha senha

  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.
Seja bem-vindo Visitante!
  • sacola de compras

    sacola de compras

    Sua sacola de compras está vazia.

Palavra do leitor

Amizades

Hoje me ocorreu esse tema ao me levantar de manhã, o qual tem as suas vertentes e sempre mexe muito com a gente. Amizades, no plural, é uma corrente de carinho, de entendimento e também de preocupação. Mas existem algumas nuances, algumas pedrinhas pelo caminho que não podem, ou não devem, ser ignoradas. É bom rever isto periodicamente.

Têm pessoas que eram amigas, continuam sendo amigas, mas hoje a amizade é muito diferente. Já fui muito amigo de certas pessoas que hoje nem sei por onde elas andam. Fizeram as suas estradas bem pavimentadas e hoje estão num outro patamar. Uns são políticos, outros são médicos, outros são pastores e hoje nem querem mais ouvir sobre as minhas dores. Fomos separados pelo cordão umbilical que divide as classes sociais.

Mas a amizade ainda teima em permanecer, mesmo com as diferenças. Amizade não deveria ficar limitada a essas diferenças sociais, não deveria se quedar a esses caprichos da vida. Mas isto acontece e só resta lamentar o infortúnio. Escrevo essas coisas como se estivesse tomando um copo d"água, com a tranquilidade de quem tem a certeza do dever cumprido e só espera pelo seu pagamento. São os "distúrbios do tempo" que o vento, sem querer, transforma em nuvem de pó. E as amizades vão junto, pelo menos em parte, e se repartem numa bifurcação e às vezes não sabem qual caminho tomar.

Amizade deveria como pão com queijo no café da manhã, sorriso no rosto de criança, carinho de namorados. Amizade, no singular, deveria ser um verso solto, livre e leve ao entardecer. Deveria ser como o olhar de um idoso, pedindo apenas compreensão e um pouco mais de carinho e de cuidados. Amizades, no plural, são produtos necessários no coração de todo ser humano. aquele produto que não pode faltar na mesa, no caminho, na viagem, acompanhado ou sozinho, o contato que fica depois da fala na cozinha, na condução ou na sala e volta depois trazendo a certeza de se ter um amigo. Porque amizades são necessárias, urgentes e a gente, muitas vezes, só valoriza quando perde.

Jesus falou de amizade, de amigos e até chamou Judas, o traidor, de amigo. "Jesus, contudo, lhe perguntou: "Amigo, para que vieste?" (Mateus 26.50). Jesus tinha amigos, com eles conversava, viajava, a eles ensinava e exortava. Portanto, temos o exemplo do Mestre no tocante à amizade. Mas hoje os amigos se dispersam facilmente. Já me aconteceu de tentar um contato com um velho amigo e ele não me reconheceu, ou fingiu não me reconhecer.

Um dia eu vi uma cena que me constrangeu e me emocionou muito: Eu trabalhava numa escola e levei uma sobrinha comigo à essa escola numa festa. Menina ainda, ela demorou a se enturmar com o pessoal. Mas encontrou uma amiga e ficou muito feliz de tê-la encontrado ali. Num momento, ela correu para abraçar aquela amiga, mas a amiga, aparentemente, a ignorou, até por estar com outras. Minha sobrinha ficou tão decepcionada, correu para mim chorando e me disse: "Tio, a Renata nem olhou pra mim". Fiquei com pena dela e tentei consola-la.

São fatos que acontecem quando o assunto é amizade, mas existe aquele amigo que é mais chegado que um irmão, (Provérbios 18.24). E Jesus é o nosso melhor amigo, nosso irmão e conselheiro. A Ele podemos clamar a qualquer momento na certeza de que ele nos entende e os atende. As amizades, muitas vezes passam, mas Jesus não passa. A Ele podemos nos apegar em todo momento. E com ele podemos vencer todas as tentações e superar todas as tristezas da vida. Ele é o nosso MELHOR AMIGO! Quando todos os amigos e as amizades nos faltarem, Jesus continuará conosco. (Mateus 28,20)
Mogi Guaçu - SP
Textos publicados: 399 [ver]

Os artigos e comentários publicados na seção Palavra do Leitor são de única e exclusiva responsabilidade
dos seus autores e não representam a opinião da Editora ULTIMATO.

QUE BOM QUE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI.

Ultimato quer falar com você.

A cada dia, mais de dez mil usuários navegam pelo Portal Ultimato. Leem e compartilham gratuitamente dezenas de blogs e hotsites, além do acervo digital da revista Ultimato, centenas de estudos bíblicos, devocionais diárias de autores como John Stott, Eugene Peterson, C. S. Lewis, entre outros, além de artigos, notícias e serviços que são atualizados diariamente nas diferentes plataformas e redes sociais.

PARA CONTINUAR, precisamos do seu apoio. Compartilhe conosco um cafezinho.


Opinião do leitor

Para comentar é necessário estar logado no site. Clique aqui para fazer o login ou o seu cadastro.
Ainda não há comentários sobre este texto. Seja o primeiro a comentar!
Escreva um artigo em resposta

Ainda não há artigos publicados na seção "Palavra do leitor" em resposta a este texto.